Agnès Jaoui, Pink Martini, Superchunk, Maria Gadú, Charlie Brown Jr., Renato Teixeira, Angra, Fafá de Belém, Tulipa Ruiz, Thiago Pethit e Marcelo Jeneci são alguns dos artistas presentes na Virada Cultural Paulista. DJs, espetáculos de circo, dança, teatro e pocket ópera também fazem parte da programação

O Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, realiza pelo quinto ano consecutivo, nos dias 14 e 15 de maio, a Virada Cultural Paulista. Como nas edições anteriores, grandes nomes da cena nacional e artistas internacionais marcam presença na programação, que reúne 1.000 atrações.

A Virada Cultural Paulista 2011 será realizada em 23 cidades do Estado: Araçatuba, Araraquara, Assis, Botucatu, Campinas, Caraguatatuba, Franca, Indaiatuba, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi-Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santa Bárbara D’oeste, Santos, Santo André, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

“O programa cumpre a sua missão de levar cultura de qualidade para cidades do interior e litoral do Estado. A Virada Cultural Paulista cresce a cada ano, leva pessoas às ruas e auxilia na formação de público em São Paulo”, afirma o Secretário de Estado da Cultura Andrea Matarazzo.

Na programação de 2011, destaque para grandes nomes da música brasileira como Fafá de Belém, Renato Teixeira, Angra, Jamelão Neto e Charlie Brown Jr., que participam pela primeira vez da Virada, entre muitos outros. Além de jovens talentos como Maria Gadú, Tulipa Ruiz, Marcelo Jeneci, Thiago Pethit, Lulina, Les Pops, Luisa Maita e Karina Buhr. Como na edição passada, a Secretaria de Estado da Cultura traz artistas estrangeiros. Para este ano, a Virada conta com shows de Agnès Jaoui, Pink Martini e Superchunk.

A Virada terá ainda uma intensa programação de espetáculos de teatro, com peças como Análise Comportamental e Crítica da Música Eduardo e Monica, com direção de Fernanda D’Umbra em Assis; Assembléia dos Bichos, da Bendita Trupe em Botucatu; Bichos do Brasil, com Pia Fraus em Franca; e espetáculos de dança, intervenções urbanas, stand up comedy, circo, cinema, arte de rua e música erudita.

O SESC São Paulo, como nas edições anteriores, é parceiro do evento, desenvolvendo uma série de atividades em suas unidades do interior e litoral. O diretor regional do SESC São Paulo, Danilo Santos de Miranda, destaca a importância do envolvimento da instituição na Virada Cultural Paulista como “uma oportunidade de ampliar o raio de ação e de experiências da instituição, proporcionando ambientes que favoreçam a convivência e a apreciação crítica e criativa como elementos para o desenvolvimento social do indivíduo”.

Programação

A cineasta, atriz e cantora francesa Agnès Jaoui leva aos palcos de Ribeirão Preto e Jundiaí sua interpretação, em português e espanhol, de músicas latinas. A diretora do premiado O Gosto dos Outros, Agnès canta clássicos como Olhos nos Olhos, de Chico Buarque, entre outros. Para os fãs do pop rock, vale conferir os shows do Superchunk em Mogi das Cruzes e Sorocaba. A banda Pink Martini apresenta um mix de música clássica, jazz e clássicos em Piracicaba e São José do Rio Preto.

Um dos nomes badalados da nova MPB, Maria Gadú leva seu repertório para Araraquara. Aos 22 anos, sua voz suave arrancou elogios de Caetano Veloso e Milton Nascimento. Na Virada, a cantora apresenta sucessos do disco Maria Gadú 2009, como Shimbalaiê, A História de Lili Braun entre outros. Outro destaque é a veterana Fafá de Belém, que comemora 35 anos de carreira com o público de Araçatuba.

Jovens artistas têm espaço garantido na programação da Virada. Estão confirmados shows de Tulipa Ruiz em Araçatuba e São Carlos. Cantora, compositora e desenhista, Tulipa Ruiz é uma das apostas da MPB moderna assim como o multiinstrumentista Marcelo Jeneci que se apresenta em Araraquara e Indaiatuba. Completam o time Thiago Pethit (Mogi das Cruzes), Lulina (Santa Bárbara), Luisa Maita (Mogi das Cruzes e Santa Bárbara), Karina Buhr (Santos e São Carlos) e Les Pops (São José dos Campos).

A Virada também aposta nas novas bandas. Apanhador Só se apresenta em Marília e São José do Rio Preto; Do Amor tem show marcado para São Carlos; Guizado vai para Jundiaí, Vega em Indaiatuba e Vespas Mandarinas em São José do Rio Preto.

Sucesso garantido na programação, artistas e grupos de stand up comedy têm apresentações marcadas para as 2h30. Nany People apresenta-se em Piracicaba. Em Araraquara, vale a pena conferir a apresentação de Marcelo Mansfield. Ângela Dip sobe ao palco de Araraquara.

Dentre os espetáculos de dança, a São Paulo Companhia de Dança leva suas sapatilhas para Santos; o Ballet Stagium dança nos palcos de Santa Bárbara e Santo André. Já o Cisne Negro marca presença em São Carlos e São José do Rio Preto.

A programação está publicada no site www.cultura.sp.gov.br e www.viradaculturalpaulista.sp.gov.br

Histórico

A Virada Cultural Paulista é o maior evento cultural do interior e litoral de São Paulo. Inspirada na Virada Cultural da capital, criada na gestão de José Serra quando prefeito de São Paulo, a Virada Cultural Paulista foi lançada em 2007 em 10 cidades, que receberam 381 atrações. Em 2008, mais de 740 mil pessoas compareceram à Virada em 19 municípios e puderam conferir 476 espetáculos. Na edição de 2009, o público presente nas 20 cidades ultrapassou a marca de um milhão de pessoas, que conferiram mais de 560 atrações. Em 2010, a Virada atingiu a marca de 1,6 milhão de pessoas. Para 2011, a expectativa é atingir o mesmo número de público.

Acompanhe as informações da Virada Cultural Paulista nos twitters:
www.twitter.com/viradasp // www.twitter.com/culturasp

E no Facebook:
www.facebook.com/culturasp

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *