A cidade, com cerca de 85 mil habitantes, tornou-se estância turística em 2002, depois que o governador Geraldo Alckmin sancionou Lei Estadual reconhecendo os atrativos de Avaré

Conhecida como a “Terra do Verde, da Água e do Sol”, a pequena estância turística de Avaré, localizada a 270 km de São Paulo, chama atenção pela Represa Jurumirim, pelas ruas arborizadas e pelos lagos ornamentais. A cidade tornou-se estância turística, em 2002, por possuir atrativos históricos, artísticos, religiosos e inigualáveis belezas naturais.

O cartão postal da cidade é a estátua do Cristo Redentor, localizada na Praça da Paz e construída pelo engenheiro Paulo Roberto da Silva. Ela foi erguida em 1997 e tem cerca de 25 metros de altura. Quem sobe para ver de perto a escultura consegue ter uma vista privilegiada de Avaré e também vislumbrar uma cascata e um espelho d’água.

Outra parada importante para quem quer conhecer Avaré é a represa Jurumirim. Formada pelo rio Paranapanema, a represa tem 100 km de comprimento e 3 km de largura em alguns pontos. O volume de água da represa é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. Ao todo, são 1800 km de praia, ideal para jet ski, pescarias, windsurfe e tudo a apenas 20 km do centro da cidade. Quem quiser estender o passeio e acampar, tem fácil acesso ao camping, que fica à margem da represa, e possui estrutura com quiosques, churrasqueiras e área de lazer.

Uma outra opção para quem quer manter contato com a natureza é o Horto Florestal. O local possui uma área de quase 100 hectares com árvores raras e vasto gramado. Além disso, o visitante conta com um espaço para recreação, churrasqueiras, quiosques, viveiro de mudas, lago, espaço cultural e uma trilha educativa. Durante o percurso, é possível conhecer árvores nativas e um lago que abastece 60% dos moradores da cidade.

O Museu Histórico e Pedagógico Anita Ferreira de Maria também é uma visita que vale a pena incluir no roteiro. Ele está instalado em um prédio que foi construído, inicialmente, para abrigar a cadeia e o fórum da cidade. Em 1980, o espaço foi tombado pelo Patrimônio Histórico e passou a abrigar o museu. Ele possui um vasto acervo reunido pela fundadora do espaço, a poetisa e jornalista Anita Ferreira de Maria. Famílias tradicionais da cidade e da região também contribuíram com a história de Avaré e doaram algumas peças que ajudam a ilustrar a história do município.

O Santuário de Nossa Senhora das Dores , principal igreja da cidade, é outro ponto que vale a pena visitar. O templo com estilo neogótico foi construído em 1945 por um pedreiro italiano chamado Pedro de La Santina. A igreja, decorada com vitrais, possui imagens sacras e de cenas bíblicas. Todo seu interior foi ornamentado pelo pintor esloveno Francisco Paulovic. Além da bela decoração, o santuário também possui a centenária imagem da padroeira e altares como do Calvário e do Rosário.

O Largo São João também possui atrativos para os visitantes. Duas obras do escultor Fausto Mazzola são destaque no local. Uma fonte luminosa, que representa os quatro titãs, e o monumento ao pracinha, que homenageia os soldados brasileiros mortos na Segunda Guerra Mundial.

E para levar boas recordações do passeio, nada como visitar a Feira de Artesanato, que fica na Praça Romeu Bretas. Os artistas da cidade são responsáveis pela feira e pela produção das peças.

Para chegar até Avaré, saindo da capital paulista, a melhor opção é pegar a Rodovia Castelo Branco.

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *