Hermelinda Consolo da Silva, de 71 anos, viu seu amor pela literatura mudar sua vida já na Melhor Idade

20110728-DSC01696.JPG
Quem foi que disse que há limites para aprender e buscar coisas novas? A história de Hermelinda Consolo da Silva mostra que não só é possível como também faz muito bem para a vida. Ela conta que o gosto por ficção vem desde pequena e que era uma criança muito inspirada e também bastante romântica.

Quando se tornou mãe, Hermelinda criava histórias para seus filhos. “Eles sempre pediam para contar de novo e por isso decidi escrever”. Depois dos filhos, Hermelinda ainda contou suas histórias para os netos.

Aos 65 anos, o gosto por escrever levou Hermelinda a prestar vestibular pela primeira vez, para a Faculdade de Letras. Mas o curso acabou durando apenas seis meses, por mudanças da vida. Mas ela não desistiu de escrever mesmo assim. Tanto que possui mais de 30 contos já escritos.

“As vezes, estou trabalhando e vem uma idéia de título e de conto. Eu paro tudo, pego meu caderno e escrevo. Quando eu acabo, volto para as minhas atividades. Depois minha filha, professora de português, corrige os textos”, conta Hermelinda. Mas foi com o Acessa SP de Santa Ernestina, sua cidade, que essa história começou a crescer. “Entrei no Informática para Terceira Idade por convite da Juraci, monitora do posto. E lá elas sempre me incentivaram a escrever mais”. No projeto, Hermelinda conta que aprendeu a digitar com todos os dedos e ainda a usar a internet.

Esse contato com a Internet ajudou Hermelinda a participar de concursos com três de seus contos: A Pastorinha, Peixinho Dourado e O Jardim e o Lago. Para o futuro, os planos são ainda melhores. Com o encerramento do projeto no Acessa SP, Hermelinda já se inscreveu na segunda fase, em parceria com a Unesp de Jaboticabal e a Unati, a Universidade Aberta da Terceira Idade, para melhorar ainda mais os conhecimentos em informática e, claro, publicar um livro com seus contos. Aos 71 anos, Hermelinda está apenas começando a vida.

Leia aqui O Jardim e o Lago, um dos contos da Hermelinda

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *