Com uma elevação de 600 metros e cercado por Mata Atlântica, o parque é um bom lugar para quem gosta de fazer trilhas

O município de Teodoro Sampaio localiza-se no sudoeste do Estado, a cerca de 576 quilômetros da capital. A cidade tem um grande potencial turístico, com grandes pontos de belezas naturais que o turista pode desfrutar como os dois grandes rios que banham a cidade, o Paraná e o Paranapanema, onde é possível ver um belo pôr-do-sol com a revoada das garças. E claro, pode conhecer também o famoso Parque Estadual do Morro do Diabo, que em 2011 completa 70 anos.

Teodoro Sampaio é um ótimo destino para quem quer descanso e tranqüilidade. Como uma típica cidade do interior, ainda é sinônimo de paz. Um local onde os jovens e as crianças podem passear pelas ruas, se reunirem nas praças ou em frente às sorveterias.

Um ponto turístico importante de se visitar é a Igreja Matriz de Teodoro Sampaio, que tem na entrada vidro colorido com a imagem de Nossa Senhora da Aparecida, a padroeira da cidade e uma arquitetura diferenciada.

Quem busca um momento de diversão em família pode conhecer o Balneário Recanto dos Eucaliptos. O local é composto de quiosques com churrasqueira, pia, mesa e bancos, duchas, praia artificial para banho, quadra de futebol de areia, vôlei de areia, parque infantil e rampa para barcos, toda a infraestrutura necessária para curtir um dias de férias. A cidade ainda atrai mais visitantes com festas famosas, como a Teodoro Fest Pesca e a Teodoro Fest Rodeio.

Morro do Diabo

Um dos pontos mais visitados de Teodoro Sampaio é o Parque Estadual Morro do Diabo que este ano completa 70 anos. Além do contato direto com a natureza, o local oferece oportunidades para educação ambiental, pesquisa científica e visitação pública de maneira responsável e sustentável.

O Parque foi criado em 1941 como reserva para fins de conservação da flora e da fauna, passando a parque em 1986. Seu nome vem da existência, em seu interior, do Morro do Diabo, uma elevação com seu ponto mais alto a 600 metros acima do nível do mar. Ao todo o local possui 34 mil hectares e preserva uma das últimas áreas de floresta de planalto do país, com ecossistemas ainda originais da região.

O bom estado de conservação de sua área de Mata Atlântica de interior permite a ocorrência de importantes espécies de fauna, inclusive algumas ameaçadas de extinção, como anta, queixada, bugio, puma e onça-pintada, além de uma das espécies de primata mais ameaçada do mundo, o mico-leão-preto, que encontra no Parque refúgio para a sua maior população livre. Estima-se que no local haja cerca de 1.200 indivíduos dessa espécie. Com relação à flora, abriga a maior reserva Peroba Rosa, espécie importante para trabalhos de reflorestamento e recuperação de áreas degradadas.

O Parque dispõe ainda de centro de visitantes, trilhas interpretativas monitoradas e hospedaria, destinadas a apoiar as atividades de educação ambiental desenvolvidas na unidade. A visitação pública é geralmente constituída por estudantes e outros grupos organizados. Para tanto é necessário marcar as visitas com antecedência, uma vez que a procura é grande e a capacidade de atendimento é de 50 pessoas por dia, limite estabelecido para minimizar os impactos causados pelo uso público na área.

Sendo os principais atrativos públicos são as trilhas do Morro do Diabo, uma das integrantes do passaporte Trilhas de São Paulo, Perobeiras, Pedro Bill, Lagoa Verde, Ferrovia-Angelim e Cavalgada. O Parque está situado na região do Pontal do Paranapanema, sudoeste do Estado de São Paulo, a 11 km do centro da cidade.

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *