Mostra na Biblioteca de São Paulo, no Parque da Juventude, trará criações de 130 jovens

A partir do dia 29 de julho, os adolescentes que cumprem medida socioeducativa em regime de internação na Fundação Casa (Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente) irão mostrar seus talentos como designers. Nessa data, será inaugurada uma exposição na Biblioteca de São Paulo, localizada no Parque da Juventude, em Santana (zona norte de São Paulo), com os produtos criados por 130 jovens que fizeram cursos de qualificação profissional com educadores da Associação Horizontes – entidade sem fins lucrativos que visa promover a geração de trabalho e renda por meio da educação – na Fundação.

Além das criações propriamente ditas, estarão expostas fotos que revelam o decorrer do processo criativo. O coquetel de inauguração será na sexta-feira, 29, entre 10h e 12h.O curso de artesanato é um dos cursos de qualificação profissional básica que são oferecidos aos adolescentes internos com o objetivo de propiciar novas perspectivas a esses jovens. Como parte das medidas socioeducativas, os adolescentes se capacitam em mais de 70 ocupações diferentes, agrupadas em oito grandes áreas: Administração, Alimentação, Artesanato, Construção e Reparos, Informática, Serviços, Serviços Pessoais e Turismo e Hotelaria. Cada curso tem 57 horas/aula por ciclo, com duração de três meses.

Desde o início da parceria firmada entre a Fundação Casa e a Horizontes, em 2008, mais de 20 mil jovens foram beneficiados. Os cursos acontecem nas 43 unidades da Fundação localizadas na capital, na região metropolitana e no litoral de São Paulo. Diariamente, cerca de 100 educadores trabalham nessas instalações.

“É preciso romper o círculo vicioso ‘ato infracional, medida socioeducativa, crime e sistema prisional’. Acreditamos que seja possível contribuir para reverter essa lógica perversa por meio da capacitação profissional, sendo esse um meio para a inserção produtiva. Além de qualificar, o que cumpre a finalidade educativa da internação, os cursos oferecidos aos adolescentes visam promover entre esses jovens a descoberta do próprio valor, resgatar sua autoestima e dar-lhes novos referenciais, apontando-lhes novas perspectivas”, explicou Marcelo Rocha, presidente da Horizontes.

“A educação profissional é um dos pilares pedagógicos do novo moledo de atendimento da Fundação CASA, que tem procurado parcerias com a sociedade civil para garantir aos nossos jovens mecanismos eficazes de inserção social”, afirmou a presidente da CASA, Berenice Giannella. “Neste sentido, o trabalho com a Associaçaõ Horizontes tem sido muito eficaz”.

Associação Horizontes

A Horizontes é uma associação civil, cuja missão é promover a sustentabilidade, a cidadania, a inclusão social e a geração de trabalho e renda por meio da educação.

A entidade detém titulação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) e é certificada pela norma internacional NGO Benchmarking, da certificadora independente suíça SociétéGénéraleSurveillance (SGS).

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *