Tempo seco e poluição favorecem infecções, principalmente em crianças idosos e doentes crônicos

Com o aviso realizado pela Defesa Civil, colocando São Paulo em alerta em razão do tempo seco, cresce a preocupação em relação aos problemas relacionados ao clima.

Com o tempo seco, mais partículas de diversos tipos ficam em suspensão no ar e são inaladas pelas pessoas, entre essas, os ácaros, o enxofre que sai do escapamento de veículos, poeira, restos de materiais queimados e outros. Além disso, o clima também pode favorecer a ocorrência de problemas respiratórios e infecções.

Alguns grupos específicos, como crianças, idosos e pessoas que já possuem algum tipo de problema respiratório, ficam mais vulneráveis neste período e precisam redobrar os cuidados.

“Com o ar mais seco, as vias aéreas são diretamente afetadas, facilitando a entrada de vírus e bactérias. Então, é preciso se prevenir e evitar fatores de risco”, esclarece Fábio Pereira Muchão, pneumologista do Ame (Ambulatório Médico de Especialidades) Heliópolis, unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

O especialista listou algumas recomendações para ajudar a população a manter o bem estar mesmo neste período:

– Ingerir bastante líquido;
– Não faça exercícios físicos entre as 10h e 17h quando a umidade do ar estiver baixa;
– Deixe um recipiente com água ou um pano molhado no quarto antes de dormir;
– Não use o umidificador elétrico por muitas horas seguidas. O ambiente pode ficar muito úmido e causar mofo e bolor;
– Lave as narinas com soro fisiológico e/ou faça inalações com o mesmo produto;
– Mantenha os ambientes arejados e livres de tabaco e poeira;
– Evite frequentar lugares fechados em que haja grande concentração de pessoas, como shoppings-centers, supermercados e cinemas.

Fonte: Secretaria da Saúde


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content