Confira abaixo algumas das atrações entre os dias 10 e 31 nas quatro linhas do Metrô

A programação de agosto da Linha da Cultura traz variados tipos de exposições sobre diversos temas, entre eles meio-ambiente, biodiversidade, história e cultura. Confira abaixo algumas das atrações entre os dias 10 e 31 nas quatro linhas do Metrô

Na Estação São Bento, da Linha 1 – Azul, a exposição “Leões Chineses” exibe fantasias utilizadas em uma forma de dança tradicional da cultura chinesa na qual os participantes imitam os movimentos de um leão, tradicionalmente considerado como uma criatura guardiã, utilizado em cerimônias espirituais e comemorações.

Já a exposição “Simples Luz”, que acontece na Estação Paraíso (Linha 1 – Azul e Linha 2 – Verde), traz fotografias que misturam cores, reflexos e nuances em imagens de luzes que o fogo pode proporcionar em velas e lamparinas.

Na Linha 2 – Verde, a Estação Sacomã recebe a mostra “Vila Zelina – Bairro Leste Europeu de São Paulo”, com imagens do bairro desde a sua fundação, em 27 de outubro de 1927, até os dias atuais. Fundado por 11 comunidades de imigrantes do leste europeu (búlgaros, croatas, eslovenos, estonianos, húngaros, letonianos, lituanos, poloneses, russos, tchecos e ucranianos), o bairro preserva, ainda hoje, os aspectos da cultura, tradições, costumes, danças e gastronomias de seus países de origem.

As fotografias de Araquém Alcântara podem ser vistas em “O Futuro da Amazônia”, na Estação Brás (Linha 3 – Vermelha). A exposição visa trazer ao público, em um ensaio didático e otimista, registros das belezas paisagísticas, da biodiversidade e das ameaças que pairam sobre a maior floresta do planeta.

Também na Linha 3 – Vermelha, “Vazios Humanos”, do fotógrafo Renato Negrão, explora a ausência do ser humano em recortes de paisagens cotidianas desprovidas de referências geográficas, para nos remeter à universalidade do olhar para dentro de si, não importando onde estejamos. A exposição pode ser vista na Estação Artur Alvim.

A Linha 5 – Lilás não ficou de fora. A exposição “Atlântica – Dos Índios a Nós” apresenta detalhes da Mata Atlântica pertencente à Área de Proteção Ambiental Capivari-Monos, classificada como Floresta Ombrófila Densa Montana. As imagens foram feitas em regiões ainda pouco habitadas e ao longo da Represa Billings.

Fonte: Metrô SP

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *