Orquestra Sinfônica do Estado une arte e tecnologia em suas apresentações. Confira!

A maior orquestra do País vai unir arte e tecnologia em suas apresentações. Sábado, dia 27 de agosto, às 16h30, a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo transmite pela primeira vez ao vivo, pela internet, um concerto de sua temporada na Sala São Paulo.

“A Osesp está sempre pensando em modos de ampliar sua audiência”, diz o diretor artístico, Arthur Nestrovski. “Isto é uma preocupação de todas as grandes orquestras da atualidade – e tanto mais para nós, que somos uma orquestra pública. Considerando que a Sala São Paulo já está no limite da capacidade – com 11.500 assinaturas vendidas para a Temporada e ingressos avulsos regularmente esgotados -, o desenvolvimento de novas mídias, promovendo o acesso virtual aos concertos, deve se tornar uma vertente importante no futuro da orquestra.”

Essa é uma estreia dupla: além de ser a primeira vez que uma orquestra brasileira utiliza a tecnologia online para transmitir uma apresentação, a regente Marin Alsop, titular da Osesp a partir de 2012, inicia com a orquestra um ciclo integral das Sinfonias de Prokofiev, que será registrado em disco pelo selo norte-americano Naxos, um dos mais conceituados do mundo.

Grande entusiasta do uso das novas mídias para a ampliação das plateias, Marin Alsop incentiva esta iniciativa para aproximar a música clássica de um público cada vez maior – ideal compartilhado pela Osesp, Governo do Estado de São Paulo e Itaú Personnalité, patrocinador da orquestra e parceiro deste evento de proporções internacionais.

O programa apresentará o Concerto para Violino em Ré Maior, Op.35, de E.W. Korngold, com participação do violinista francês Renaud Capuçon, e a Sinfonia nº 5 em Si Bemol Maior, Op.100, de Sergei Prokofiev.

A Transmissão

No dia 18 de agosto, a Osesp publicará um hotsite criado especialmente para divulgação do concerto e que deverá ser acessado diretamente através do site concertodigital.osesp.art.br.

“Para essa primeira transmissão ao vivo utilizaremos o que há de mais moderno em tecnologia de comunicação”, diz Marcelo Lopes, diretor-executivo da Fundação Osesp. “É um momento definitivo e um passo essencial na democratização do acesso à música clássica. Tenho certeza que esta iniciativa estreitará a relação da Osesp com o seu público atual e criará uma série de novas e duradouras relações com um número grande pessoas que não podem vir semanalmente à Sala São Paulo.”

A transmissão começará oficialmente às 16h30, com imagens internas da Sala São Paulo, entrada e acomodação de público e músicos; preparação da Orquestra e uma rápida introdução do diretor artístico da Osesp, Arthur Nestrovski, que apresentará a regente Marin Alsop, fará uma preleção da primeira obra da noite e anunciará a programação do intervalo, com entrevistas, vídeos institucionais e uma breve explicação sobre a segunda parte do concerto.

A transmissão contará com quatro câmeras dispostas estrategicamente na Sala e terá direção de cena do professor Leandro Oliveira – responsável pelas palestras “Falando de Música”, da Sala São Paulo.

O vídeo completo da transmissão ficará disponível no hotsite por 30 dias.

Tecnologia

A empresa BroadNeeds será responsável pela transmissão do evento, utilizando uma tecnologia perfeitamente adaptada à quantidade de banda larga disponível de cada internauta. Se este possui um link de excelente qualidade, assistirá o evento com melhor definição; se seu link for de menor qualidade – mínimo de 300 Kbps -, ele verá a transmissão com a qualidade um pouco menor, porém sem interrupções.

A transmissão, feita pelo sistema de links redundantes, será enviada para uma rede de servidores espalhada mundialmente, o que garante maior qualidade de recepção. Assim, um usuário que estiver assistindo da Europa buscará automaticamente um servidor dentro de seu país (ou mais próximo), que esteja mais bem posicionado. Isto permite que a rota de acesso à transmissão seja a menor possível e a qualidade a maior possível.

A BroadNeeds utilizará o plugin Silverlight, da Microsoft, que possui qualidade de vídeo superior ao Flash, além de ser compatível com diversos browsers e sistemas operacionais.

Fonte: Secretaria de Estado da Cultura

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *