A cidade é conhecida nacionalmente como a capital do calçado feminino

A fama de Jaú (ou Jahu, na grafia antiga), a quase 300 quilômetros da capital, advém dos pés e calcanhares femininos. Há mais de um século a primeira fábrica de sapatos foi instalada na cidade, com a chegada do pioneiro italiano Guissepe Contatore, que ensinou o ofício e a sua arte a vários outros moradores. Desde então, Jaú especializou-se na produção de calçados femininos, que saem das fábricas diretamente para as lojas, com uma grande variedade de modelos, a preços mais baixos que os habituais.

A criação da cidade de Jaú, no entanto, remonta ao século 19, quando os bandeirantes que seguiam pelo rio Tietê explorando o interior de São Paulo pescavam uma espécie de peixe denominada Jaú, de enorme tamanho, que batizou a cidade. Quase meio século após sua fundação (1853), por estar situada em um solo fértil de terra roxa, a cidade foi um dos pólos econômicos do ciclo do café, e tornou-se um dos municípios mais ricos do Estado.

Atualmente, quem for visitar a cidade de Jaú pode encontrar diversos locais remanescentes e atividades de cunho histórico e cultural para visitar. A cidade possui um patrimônio com cerca de 400 prédios erigidos durante o período áureo do café. Um belo exemplo é a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio, de arquitetura inspirada no neogótico alemão, cujo interior possui um órgão e vitrais alemães, além de um piso hidráulico e telhados franceses.

Um espaço cujas atrações artísticas atraem muitos moradores e visitantes é a Estação do Som, próximo à estação rodoviária da cidade. No entorno da Estação do Som, que abriga as mais diversas manifestações culturais da cidade e região, estão diversas edificações do patrimônio histórico municipal. Nesse contexto, a cidade dispõe aos visitantes o Museu Municipal de Jahu (onde há uma sala especial para o Comandante João Ribeiro de Barros, o primeiro aviador das Américas a cruzar o Atlântico Sul sem ajuda marítima), a Biblioteca Municipal (com um acervo de 25.251 volumes) e o Theatro Municipal Elza Munerato.

Para quem deseja um programa mais ameno, uma dica é o Cinema Municipal da cidade, ou ainda um encantador ponto turístico, que é a praça do Tênis Clube, defronte ao clube homônimo. Lá é possível admirar esculturas e um conjunto de jatos de água que são plasticamente muito bonitos, principalmente à noite, com a iluminação local. Uma ótima dica de passeio para casais, famílias e grupos de amigos, principalmente aos finais de semana.

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *