A previsão é que em 15 meses a banda agregada total das escolas salte dos atuais 3,3 Gbps para 24 Gbps

Um projeto desenvolvido pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), da Secretaria da Educação, em parceria com a Telefonica S.A., provedora da rede interna de computadores do Governo do Estado (Intragov), tornará o acesso à internet nas escolas estaduais até 10 vezes mais rápido que o praticado atualmente.

A ação prevê a ampliação da velocidade de conexão em até 10 Mbps nas unidades. Hoje, a capacidade varia entre 256 Kbps e 2 Mbps. A previsão é que em 15 meses a banda agregada total das escolas salte dos atuais 3,3 Gbps para cerca de 24 Gbps. A medida representará um investimento de R$ 2,5 milhões mensais da Secretaria após o término da implantação.

“Com o aumento gradativo da quantidade de computadores e usuários de informática na rede estadual, era necessário oferecermos uma melhor condição de navegabilidade na internet a nossos alunos e docentes”, disse o secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald.

No total, o projeto deve beneficiar 5.064 escolas em todo o Estado. Até o momento, 402 já foram atualizadas e outras 1.200 se encontram em processo de implantação. A atualização será realizada por lotes de 400 unidades. O provedor de acesso terá o prazo de até 90 dias para conclusão de cada lote.

A ampliação da velocidade vai variar de acordo com a capacidade da unidade. Das 5.064 escolas, 46% serão atualizadas para 8 Mbps, 30% para 2 Mbps, 8% para 4 Mbps, 3% para 10 Mbps e 13% permanecerão entre 256-512 Kbps. “Isso porque a capacidade de ampliação depende das condições técnicas e geográficas de cada localidade. Porém, já estamos realizando estudos para ampliação dessas velocidades que foram mantidas”, explica Jarbas de Freitas Peixoto, responsável pela implantação e gestão de infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação da FDE.

O projeto também contemplará as 91 Diretorias Regionais de Ensino em todo o Estado, que terão a velocidade de acesso à internet aumentada dos atuais 4Mbps para 34Mbps. A atualização das mesmas deverá acontecer no primeiro semestre de 2012.

Fonte: Secretaria de Estado da Educação

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *