Espaços da Secretaria de Estado da Cultura na periferia de São Paulo passam a oferecer sessões gratuitas de filmes todos os domingos

Uma parceria entre a Secretaria de Estado da Cultura e a Cinemagia vai levar cinema de graça para as três Fábricas de Cultura já inauguradas na Zona Leste de São Paulo: Vila Curuçá, Sapopemba e Itaim Paulista. As sessões acontecem nos teatros das Fábricas, sempre aos domingos, às 13h. Os ingressos – 300 em cada Fábrica – serão distribuídos uma hora antes das sessões. Na programação, haverá sempre filmes de censura livre ou com classificação indicativa de no máximo 12 anos.

“As Fábricas de Cultura têm uma repercussão muito positiva nas comunidades e os espaços já viraram ponto de encontro de gente de todas as idades. Com esta iniciativa, passamos a fornecer mais uma opção de lazer e cultura para a população dos bairros, numa forma de aprofundar a democratização do acesso à arte”, afirma o Secretário de Estado da Cultura, Andrea Matarazzo.

Para o primeiro mês do projeto foram escolhidos os filmes Hui Buh – Um Fantasma Atrapalhado, O Som do Coração, De Profundis e Persépolis. Todos têm censura livre, à exceção de Persépolis, que é indicado para crianças com 12 anos ou mais. A estreia do projeto aconteceu no último domingo, com A bruxinha e o Dragão.

“Para nós é muito gratificante estar envolvidos neste projeto. Trabalhamos pela democratização cultural e é justamente isso que as Fábricas de Cultura promovem”, explica Lia Pinheiro, diretora da Cinemagia.

Sobre as Fábricas

O objetivo do programa Fábricas de Cultura é promover a participação de jovens de distritos vulneráveis da capital em atividades artísticas e culturais que contribuam para seu desenvolvimento e inserção sociocultural. As Fábricas são prédios modernos, com cerca de 8 mil metros quadrados, com salas de aula, biblioteca, teatro para 300 pessoas, totalmente equipadas.

Cada unidade oferece 1.200 vagas em ateliês regulares de teatro, dança, circo, música, literatura, artes plásticas, vídeo e fotografia para crianças e jovens dos 8 a 19 anos, além de biblioteca com acervo inicial de 2 mil livros e computadores.

As Fábricas de Vila Curuçá, Sapopemba e Itaim Paulista são administradas pela organização social Catavento Cultural e Educacional. A Secretaria de Estado da Cultura está construindo mais seis, nos bairros de Cidade Tiradentes (zona leste); Brasilândia, Vila Nova Cachoerinha e Jaçanã (zona norte); Capão Redondo e Jardim São Luís (zona sul).

Cinemagia

A Cinemagia é especializada em criar espaços especiais para sessões de cinema em praças públicas, ginásios, praias, escolas ou estacionamentos. Fundada em 2002, empresa é líder no setor de cinema itinerante, promovendo, em média, 600 sessões de cinema.

Sessões gratuitas de cinema nas Fábricas de Cultura
Todos os domingos, às 13h
Grátis

Programação
(Igual para todas as fábricas)
9/10 – Hui Buh Um Fantasma Atrapalhado – Livre
16/10 – O Som do Coração – Livre
23/10 – De Profundis – Livre
30/10 – Persépolis – 12 anos

Fábrica de Cultura Sapopemba
Rua Augustin Luberti, nº 300 com a Rua André Thevet, s/n.

Fábrica de Cultura Itaim Paulista
Rua Estudantes da China, 500 – Itaim Paulista

Fábrica de Cultura Vila Curuçá
Rua Pedra Dourada, s/nº

Fonte: Secretaria de Estado da Cultura

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *