Entre os destaques há o rio que leva o nome da cidade e o Salão Internacional do Humor

Piracicaba possui belezas naturais, culturais e interessantes pontos históricos. Distante 160 quilômetros de São Paulo, a cidade é conhecida como Capital Mundial do Humor. A cada ano realiza a mostra oficial de trabalhos em cartum, charge, caricatura e tiras, chamada Salão Internacional de Humor.

Um dos seus principais cartões-postais é o Centro Cultural Estação Paulista. O espaço é utilizado para diversas manifestações artísticas e, no parque ao lado, é possível praticar atividades esportivas. Até a década de 1970, o local abrigava a antiga Estação da Cia. Paulista que transportava passageiros até Campinas.

No Museu da Água Francisco Salgot Castillon os turistas podem conferir as espécies de peixes do Rio Piracicaba e conhecer a primeira Estação de Captação e Bombeamento de água da cidade. Já no Mirante, é possível ter uma bela vista e tirar fotos do Salto do Rio Piracicaba. O local também tem um parque infantil, uma fonte e um belo painel histórico da cidade.

No Rio Piracicaba, os visitantes podem aproveitar para pescar ou praticar esportes aquáticos. Sobre o mesmo, está localizada a Ponte Pênsil, outro ponto turístico com grande destaque.

Na parte religiosa, Piracicaba possui construções que encantam os turistas. Um bom exemplo é a Catedral de Santo Antônio. A paróquia conserva o centro da vida litúrgica da cidade e foi erguida no mesmo local da antiga Igreja Matriz.

Também muito visitada é a Igreja Sagrado Coração de Jesus, conhecida como “Igreja dos Frades”. Situa-se na movimentada Praça Papa João XXIII e foi inaugurada em 25 de junho de 1965, dia em que é realizada a festa que leva o nome da igreja.

Os turistas ainda podem aproveitar diversas festividades ao longo do ano. O Carnaval é uma boa opção para resgatar o brilho do passado, o grande destaque nas ruas são as marchinhas. Acontecem ainda as Festas do Artesanato, do Milho Verde, da Polenta e do Vinho.

Piracicaba traz uma curiosidade em seu nome. A palavra, em tupi-guarani, significa “lugar onde o peixe para”. E neste contexto, a iguaria tornou-se a base dos pratos típicos degustados pelos turistas. A cidade ainda ganha destaque na produção de pamonhas e também é conhecida como a “capital nacional da cachaça”.

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *