No verão, o grande potencial aquático da região torna-se grande aliado para o turismo

Quer fugir do excesso de trânsito, da bagunça e de todo o estresse que uma viagem ao litoral pode causar? Então, o lugar certo fica no outro extremo do estado: a região do Oeste paulista. As cidades de Pauliceia, Panorama, Presidente Epitácio, Rosana, Teodoro Sampaio, Iepê, Rancharia, Martinópolis, Santo Expedito e Presidente Prudente integram o Circuito Turístico Oeste Rios, região que tem grande potencial aquático, é por isso é uma boa opção para turismo nesses dias de feriado.

Teodoro Sampaio

Teodoro Sampaio tem seu território banhado pelos rios Paraná e Paranapanema. A cidade propriamente fica a três quilômetros do Rio Paranapanema, onde se situa o balneário municipal que promove passeios de barco. Para se chegar às margens do Paraná, são cerca de 60 quilômetros. O destaque do município, no entanto, é o Morro do Diabo, localizado no parque homônimo. Além de trilhas e hospedaria, dispõe também de museu que abriga utensílios indígenas e animais embalsamados. Característico da cidade é o artesanato em bambu e buchas vegetais. Entre os eventos típicos estão o Teodoro Fest Pesca. O destaque fica para a pesca e o ecoturismo. No quesito infraestrutura, há cinco locais para hospedagem, restaurantes e lojas voltados para a pesca.

Rosana

O município de Rosana também é banhado pelos rios Paraná e Paranapanema. O encontro dos rios é um dos principais atrativos, embora o acesso a esse trecho seja apenas por barco. Outro destaque são as barragens das hidrelétricas Sérgio Motta e de Rosana. O visitante pode ainda realizar passeio de barco para conhecer as ilhas fluviais da região. “O turismo local é mais de pesca”, informa a coordenadora de Turismo e Eventos do município, Fátima Araújo. Mas, segundo ela, eventos como o Rosana Folia (carnaval fora de época) também atraem grande número de pessoas. A cidade ainda oferece balneário às margens do Paranapanema. No distrito de Primavera, um dos pontos de visitação é o Horto Florestal, onde se localiza o Museu de História Regional. Rosana dispõe de hotéis, pousadas, hospital e banco 24 horas.

Presidente Epitácio

A cidade de Presidente Epitácio tem uma orla fluvial de sete quilômetros onde se encontram piers, atracadouros e pistas de Cooper. A 5 quilômetros do centro, fica o Parque Figueiral, com praia artificial, restaurante e palco para grandes shows. A ponte Maurício Joppert (com cerca de 2,5 quilômetros de extensão) mais a via que lhe dá seguimento (com 9 quilômetros) permitem vislumbrar a dimensão do Rio Paraná naquele trecho. Formada a partir de 1925 por 140 famílias provenientes da Hungria, a Colônia Arpad Falva, a 10 quilômetros do centro, tem como destaque a igreja de São Estevão. Outros pontos de visitação são a casa do artesão e o clube de águas termais. A cidade tem aproximadamente 1,8 mil leitos para hospedagem, além de dispor de informação turística e pequeno aeroporto.

Panorama

Panorama é conhecida pelo belo pôr do sol, o balneário municipal, com 800 metros de praia, oferece quiosques, bares, pousadas, área para camping. Da marina (nas dependências do balneário) saem, nos finais de semana, barcos para passeios. A grande atração também é a pesca, além dos eventos, como o Pan Verão (carnaval fora de época). Há no município mais de dez locais para se hospedar. O visitante dispõe de caixas eletrônicos e santa casa. Como em outras cidades do Circuito, são característicos os pratos à base de peixe, como o torresmo de tilápia.

Paulicéia

Paulicéia é um dos principais destinos de pesca da região. Além dos tucunarés, são encontrados dourados, piranhas e outras espécies de peixe. A travessia ao Mato Grosso do Sul, antes realizada de balsa, desde o final do ano passado é feita por ponte, com aproximadamente 1,7 quilômetro. A localidade, que dispõe de algumas boas opções de hospedagem, tem na Queima da Fogueira Gigante um de seus principais eventos.

Presidente Prudente

Capital regional, Presidente Prudente, com pouco mais de 200 mil habitantes, concentra a melhor infraestrutura do Circuito, com aeroporto, hotéis e demais serviços. Entre os atrativos estão o Parque Ecológico Cidade da Criança, Terra Parque Hotel de Lazer e Centro Cultural Matarazzo.

Martinópolis

A cidade de Martinópolis tem no balneário municipal (com restaurantes e até calçadão iluminado em construção) e na igreja de Santa Bibiana (protetora dos males da cabeça) seus principais atrativos. “Martinópolis é a única paróquia de Santa Bibiana do País”, informa o padre Arlindo José Severiano. Outro destaque na cidade são os eventos, como o Miss Martinópolis (que atraiu mais de 10 mil pessoas na última edição). A cidade conta ainda com dois pequenos museus, um dos quais, sacro, que em breve ganhará novo espaço. Em termos de infraestrutura, há dois hotéis, um condomínio com chalés, bancos 24 horas, além de hospital.

Rancharia

Em Rancharia, um dos destaques é também um balneário municipal, a 13 quilômetros do centro, com restaurantes, lanchonetes e quiosques. Ponto de visitação é ainda o Rancho Quarto de Milha – fundado por criadores dessa raça de cavalos, trazida dos Estados Unidos e que teve em Rancharia seu berço no Brasil. No distrito de Gardênia, às margens do Rio Capivari, acontece o Fest Peixe. O visitante também pode conferir os tanques-rede para a criação de tilápias, que servem de fonte de renda para a população local. Já no distrito de Agissê fica a propriedade especializada em frutas. A cidade, que tem entre os seus principais eventos a Festa do Peão e a Cavalgada de Nossa Senhora Aparecida, conta, na área urbana, com três hotéis, hospital que é referência regional, além de restaurantes e pizzarias.

Iepê

Um dos principais pontos turísticos de Iepê é a represa conhecida como Final do Asfalto (pois suas águas chegaram até o trecho de uma estrada). Outra atração é o Museu de Arqueologia, com acervo de mais de 30 mil peças. “Tem a maior urna funerária dessa etnia do Brasil”, segundo a diretora de Cultura e Turismo do município. O ClivSol Hotel Fazenda, além de oferecer trilhas e ampla programação de lazer, mantém uma antiga farinheira, é nele que fica ainda a Cachoeira Águas do Sol. A cidade dispõe de duas pousadas, hospital, bancos com caixa 24 horas e restaurantes.

Santo Expedito

A cidade de Santo Expedito tem no turismo religioso seu principal atrativo. Segundo Maristela Coimbra, agente de Cultura e Turismo do município, no ano passado, na semana de 19 de abril dedicada ao santo padroeiro, a localidade (de 3 mil habitantes) recebeu 75 mil pessoas. Sem hotéis e pousadas, o turista se hospeda em cidades da região ou mesmo com a população do lugar, que abre suas residências. Os fiéis vêm de todo o País e de países como Chile e México. O local para onde convergem é a igreja matriz. As obras do santuário ainda estão no início.

Fonte: SP Notícias

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *