A apresentação, gratuita, acontece no domingo, no Espaço Café, às 14h

O Museu da Língua Portuguesa, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, promove no domingo, 18 de março, às 14h, contação de histórias com o grupo Balaio de Dois, formado por Paulo Netho e Salatiel Silva. A entrada franca e a apresentação acontece no Espaço Café do Museu.

Quando se encontraram em 1997, Paulo Netho e Salatiel Silva decidiram usar poesia e música como elementos fundamentais daquele trabalho que dava os primeiros passos. Nesta época, o público alvo da dupla eram os adolescentes. Em 2000, flertaram com o público infantil e não pararam mais. O nome Balaio de Dois surgiu em 2005.

A dupla define seu trabalho com o uma “chuva de palavras”: poesias, trava-línguas, cantigas de roda, parlendas, adivinhas, trocadilhos. Tudo soprado sob a atmosfera boa das coisas espirituosas. O resultado é uma leveza total e diversão garantida pra garotada.

Paulo Netho é autor dos livros Bolinho de Chuva e Outras miudezas (Editora Peirópolis), O Pinto Pelado no Reino dos Trava-línguas e Poesia Futebol Clube e Outros Poemas (Editora Formato), Casa de Arrepiar (Positivo) e No Quarto da Estelinha (Ciranda Cultural).

Salatiel Silva é autor do livro-CD Ciranda de Cantigas. É autor de diversas músicas infantis. Compôs a maioria das faixas do CD que acompanhou o livro Coisas de Arrepiar de Paulo Netho, além de musicar poemas de Henriqueta Lisboa e Elias José, entre outros.

Contação de Histórias “Pés e Mãos”
Com o Grupo Balaio de Dois
Paulo Netho e Salatiel Silva
Data: 18 de março, das 14h às 15h
Local: Espaço Café

Circo, Alegria e Cidadania
Data: 17 de março, às 14h
Local: Espaço Café
Entrada Franca

Museu da Língua Portuguesa
Praça da Luz, s/nº, Centro
Tel.: (11) 3326-0775
De terça a domingo, das 10h às 18h (a bilheteria fecha às 17h30)
Ingresso: R$ 6,00 (pagamento somente em dinheiro).
Estudantes com carteira de estudante do ano e documento de identidade pagam meia-entrada. Crianças com até 10 anos e idosos a partir de 60 anos não pagam ingresso, bem como professores da rede pública. Aos sábados, a entrada é franca.

Fonte: Secretaria da Cultura

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *