Evento acontece nos dias 27 de maio e 03 de junho e destaca manifestações culturais de diferentes comunidades imigrantes presentes no estado

Nos dias 27 de maio e 03 de junho, São Paulo vai celebrar a cultura e as tradições das diferentes comunidades imigrantes que representam a mistura de influências e a diversidade do estado. A 17ª Festa do Imigrante – realização da Secretaria de Estado da Cultura, por meio do Museu da Imigração do Estado de São Paulo –, acontece das 10h às 16h, no complexo que abrigava a antiga Hospedaria de Imigrantes, no bairro da Mooca.

Ao longo dos anos, o evento vem conseguindo unir o tradicionalismo da iniciativa com a crescente participação do público e das comunidades. Em 2012, a Festa do Imigrante terá a participação de 36 nações, distribuídas em 55 expositores e 34 apresentações artísticas. A principal novidade está na expansão dos países representados para além daqueles relacionados à grande imigração europeia e asiática, abrindo espaço para movimentos migratórios mais recentes, principalmente da América Latina e da África. A expectativa é que 10 mil visitantes passem pelo local nos dois dias de evento.

Mais do que as já tradicionais barracas de alimentos e artesanato, a edição deste ano aposta em uma programação diversificada e interativa. Um dos destaques é o “culinária show”, em que renomados chefs da cidade de São Paulo apresentarão receitas da cozinha internacional influenciadas pela cultura brasileira. Allan Vila Espejo – o chef Allan –, especialista em culinária espanhola, Bruno Stippe, que utiliza como base a cozinha italiana, e Brenno Lerner, autor de diversos livros sobre culinária judaica, já confirmaram presença no evento.

Outra atração é o espaço Cine Imigrante, com curadoria da Cinemateca Brasileira, e que exibirá filmes de curta e média duração relacionados ao tema da imigração. As crianças também terão atrações especialmente dedicadas a elas. Sob um picadeiro serão apresentadas sessões de contação de histórias e lendas de diversos países, além de atividades lúdicas desenvolvidas pela equipe educativa do Museu da Língua Portuguesa. Durante o evento haverá ainda intervenções cênicas, distribuição de impressos com curiosidades sobre diferentes idiomas e oficinas de artesanato.

A 17ª Festa do Imigrante acontece nos dias 27 maio e 03 de junho, das 10h às 16, no Arsenal da Esperança, no complexo da antiga Hospedaria de Imigrantes, à rua Dr. Almeida Lima, 900, no bairro da Mooca, em São Paulo. Os ingressos custam R$ 6, estudantes, professores da rede pública e pessoas com mais de 60 anos pagam meia-entrada. Mais informações estão disponíveis em www.museudaimigracao.org.br.

Museu da Imigração
O Museu da Imigração do Estado de São Paulo está em processo de restauro das edificações e implantação de nova exposição de longa duração, com reabertura ao público prevista para o segundo semestre de 2012.

Em seu novo projeto museológico, o Museu da Imigração pretende valorizar ainda mais o encontro das múltiplas histórias e origens e propor ao público o contato com as lembranças daquelas pessoas que vieram de terras distantes, suas condições de viagem, adaptação aos novos trabalhos e contribuição para a formação do que hoje chamamos de identidade paulista.

A história da migração humana não deve ser encarada como uma questão relacionada exclusivamente ao passado; há a necessidade de tratar sobre deslocamentos mais recentes. O novo Museu da Imigração pretende fomentar o diálogo sobre as migrações como um fenômeno contemporâneo, que não se encerra com o fechamento das atividades da Hospedaria, reconhecendo a recepção dos milhões de migrantes atuais e a repercussão deste deslocamento para o estado de São Paulo.

Hospedaria de Imigrantes
Ao desembarcar no Brasil, os imigrantes trouxeram muito mais do que o anseio de refazer suas vidas trabalhando nas lavouras de café e no início da indústria paulista. Nos séculos XIX e XX, os representantes de mais de 70 nacionalidades e etnias chegaram com o sonho de “fazer a América” e acabaram por contribuir expressivamente na história do país e na cultura brasileira. Deles, o Brasil herdou sobrenomes, sotaques, costumes, comidas e vestimentas.

Inaugurada em 1887, a Hospedaria de Imigrantes se tornou a principal hospedagem destinada a abrigar os imigrantes recém-chegados. Foi no antigo prédio da Hospedaria – hoje sede do Museu da Imigração – que os anseios, angústias e expectativas de mais de 2,5 milhões de pessoas se cruzaram entre 1987 e 1978. Ao longo de seus 91 anos, a Hospedaria acolheu e encaminhou os imigrantes aos novos empregos. Para isso, o prédio contava com a Agência Oficial de Colonização e Trabalho. Além de alojamento, disponibilizava farmácia, laboratório, hospital, correios, lavanderia, cozinha e setores de assistência médica e odontológica.

Especialmente na década de 1930, a Hospedaria de Imigrantes passou a acolher também trabalhadores migrantes de outros estados brasileiros. Na década de 1970, perdeu sua função original e em 1978 recebeu pela última vez um grupo de imigrantes coreanos, pouco antes de encerrar suas atividades.

17ª Festa do Imigrante
Data: 27 de maio e 03 de junho (domingos), das 10h às 16h
Local: Complexo da antiga Hospedaria de Imigrantes
Endereço: Rua Dr. Almeida Lima, 900, Mooca, São Paulo.
Preço: R$ 6 – estudantes, professores da rede pública e pessoas com mais de 60 anos pagam meia-entrada
Informações: www.museudaimigracao.org.br/festadoimigrante

Fonte: Secretaria da Cultura

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *