Artesãs trabalham com o lixo eletrônico no posto AcessaSP de Torrinha

Com evolução tecnológica, os eletroeletrônicos se tornam obsoletos de forma cada vez mais rápida. E seu descarte também. O produção de resíduos eletrônicos se tornou uma preocupação para os ambientalistas que já procuram alternativas seguras para a reutilização desse material e sua eliminação de forma correta.

O Lixo Eletrônico é o termo usado para qualificar equipamento eletroeletrônicos descartados ou obsoletos. Esses matériais possuem substâncias químicas em suas composições que podem causar contaminação na água, no solo e trazer doenças graves as pessoas que fazem a coleta.

No Acessa São Paulo, o lixo eletrônico virou tema de projeto. O monitor de Torrinha, Anderson Tiago Vasselo, criou o “Sustentacessa – Dando valor ao lixo eletrônico”. O posto AcessaSP se tornou um ponto de coleta de material, que recebe, faz a triagem do que pode ser reutilizado e ao final descarta o material com a ajuda de uma empresa especializada. O material considerado bom é utilizado por artesãs, que se reunem no posto toda semana para pesquisar e produzir objetos com o material. “Já coletamos 50 quilos de lixo eletrônico em 2 meses de campanha. A ideia é que as pessoas não só tragam o material, mas também se interessem em aprender a reutilizá-lo e produzir novas coisas.” afirma o projetista.

Todos no mesmo barco

O projeto no Acessa não é o único nesse sentido. E para que esse sistema funcione, é bom que não seja. Uma dessas outras iniciativas é o Projeto Eco-Eletro, que formou 182 catadores que finalizaram o curso de coleta de lixo eletrônico em novembro. O curso é realizado pelo Instituto GEA, ligado a Escola Politécnica da Universidade Federal de São Paulo, e busca capacita-los no melhor manuseio e descarte dos resíduos eletrônicos.A demanda de lixo eletrônico chamou atenção da Coordenadora do Eco-Eletro, Ana Maria Luz. Ela afirma que a formação dos catadores é uma forma de aprender a manusear e descartar do lixo eletrônico, para que eles e o meio ambiente não sofram contaminação com os resíduos tóxicos existentes nos aparelhos. “O resíduos eletrônicos não podem ser tratados como qualquer outro reciclável” reitera. Durante o curso os alunos aprendem a desmontar diferentes tipos de eletrônicos, misturando teoria a prática, para melhor conhecer os compomentes presentes neles.

O lixo eletrônico pode ser uma boa fonte de renda para as cooperativas. O lixo reciclável comum chega a sem 20 vezes mais barato que o eletrônico. “Muitos deles não viam valor no material eletrônico e vendiam misturados aos demais por preços muito menores.” afirma Ana Maria. A capacitação deu a eles um maior conhecimento de como aproveitar de maneira lucrativa esses resíduos.

Dos alunos formados no projeto, 12 faziam parte da Recifran, cooperativa que busca geração de renda a partir da coleta seletiva para pessoas em situação de rua. E os resultados se mostraram positivos. A Coordenadora Técnica, Ângela Assis, ressalta a importância do curso como uma forma de propagação das informações aprendidas. “Nem todos conseguem fazer o curso, por isso os que se formam compartilham os conhecimentos adquiridos para outros” diz. O Eco-Eletro soma mais conhecimento ao catadores e ajuda no alcance do objetivo do projeto Recifran, que é conseguir a inserção de seus participantes no mercado de trabalho.

O resultado do Projeto Eco-Eletro foi além. O surgimento de uma grande rede de postos de coleta de lixo eletrônico espalhados pela Grande São Paulo. São cerca de 28 cooperativas participaram do projeto e hoje fazem esse trabalho.

 

 

 Qualquer monitor ou usuário pode desenvolver um projeto. Basta entrar no site da Rede de Projetos  e saiba como. 

Compartilhe!

Um comentário Lixo Eletrônico é tema de projeto no Acessa São Paulo

  1. Muito bom mesmo este tipo de nformação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *