Eu me lembro que em janeiro de 2009 fui convidada pelo Prefeito Edson a fazer parte da sua equipe. Com isso me tornei monitora do Acessa SP na cidade. Logo fui convocada para ir a São Paulo, capital,  para fazer a capacitação.  Arapeí é uma cidade pequena, de quase 3 mil habitantes,  e eu nunca tinha viajado sozinha para lugar nenhum, imagina para a capital.  Meu chefe querendo que eu crescesse e conhecesse lugares novos, me fez ir de ônibus e sozinha. Apenas ligou para deixar reservado o hotel, me passou indicações do que fazer quando parar na Rodoviária do tietê e como pegar metrô.  Viajei com medo e ao mesmo tempo com curiosidade de conhecer a tal capital. Ao chegar lá quando saltei do ônibus na rodoviária e vi que ela era quase do tamanho da minha cidade. Confesso que fiquei assustada e admirada ao mesmo tempo. Uma etapa vencida, cheguei a capital. Agora falta chegar até o Parque da Juventude, conhecer o local e depois ir até o Hotel para descansar, para na manhã seguinte ir para a capacitação.

Segunda etapa era pegar o metrô dentro da rodoviária. Para quem mora em São Paulo e está acostumado a pegar metrô sabe que de 5 em 5 minutos ele passa. Só que eu nunca tinha visto um metrô de perto e eu comecei a ficar nervosa, porque estava já duas horas procurando onde pegar o certo e perguntava para os guardas eles nem respondiam direito. Com muito custo e quase duas horas procurando o metrô, encontrei,  comprei o bilhete e fiquei esperando o metrô chegar. Para minha sorte só tinha eu e um guarda. Quando vi aquele trem grande e rápido vindo em minha direção, nervosa não pensei duas vezes e dei sinal para o metrô parar. Vi o guarda atrás de mim rindo e ele veio me falar: “moça, não precisa da sinal. Ele para sozinho” . Sem graça, agradeci e peguei o metrô. Cheguei ao local desejado e deu tudo certo. Hoje, conto essa história rindo. Foi engraçada, mas foi uma experiência única. Agradeço ao Prefeito Edson e meu chefe Professor Arlindo por acreditar em mim. Hoje vou para São Paulo tranquila, pego metrô, sem dar sinal. Posso dizer que valeu a pena ter pagado esse mico. 

Bruna, 24 anos. Arapeí – SP 

Esse texto faz parte da seção Eu me Lembro, destinada a depoimentos dos usuários do Acessa São Paulo. Quer participar também? Envie sua história para a gente.

Compartilhe!

5 comentários para “Pagando mico” a caminho da Capacitação

  1. MARIA DE FATIMA ALVES DUTRA disse:

    nossa gostei muito ,dei muita risada .muito legal todo mundo tem uma historia para contar.

  2. JANA disse:

    BRUNA ADOREI SUA HISTORIA,BEM TIPICA DO INTERIOR,RI MUITO…ABRAÇOS

    • BENEDITA disse:

      Bruna, até para quem mora na cidade grande fica perdido todo mundo já passou por isso. Além do mais na capital de São Paulo que a cada dia esta cidade muda, mas é normal para quem mora no interior passar por estes micos mas nao se preocupe pois so assim a gente aprende.

  3. MICHELE ARAUJO disse:

    E QUE MICO HEM BRUNA…KKK

  4. Também fiquei meio perdido na primeira capacitação, mas agora posso já estou quase craque no percurso Terminal Tiete – Parque da Juventude – Omega Palace Hotel – Terminal Tiete.
    :) heheheheh

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *