“A oficina tem o intuito de dismistificar o computador. Além disso, mostrar como é possível reaproveitar o material eletrônico de seus postos”, diz Rubens Saito

Para encerrar a Capacitação de Monitores do AcessaSP, o Módulo Rede de Projetos, que teve início na última quinta-feira (28), levou os monitores a participarem de uma oficina sobre Lixo Eletrônico. O objetivo dessa ação é propiciar ao monitor a vivência de um pequeno projeto na prática. Entre os dias 26 e 27 de fevereiro, os monitores também participaram do Módulo I da formação.

Para Adilson Virno, responsável pela Capacitação, a experiência busca estimular os monitores a refletirem sobre como organizar uma oficina, seja qual for a temática, dentro do posto de trabalho.

Robô produzido durante a oficina de Lixo Eletrônico

Durante a encontro, ministrada por Rubens Saito, responsável pelas Oficinas do AcessaSP, os monitores puderam conhecer algumas peças de computador e como transformá-las em outros objetos. “O intuito é desmistificar o computador. Além disso, mostrar como é possível reaproveitar o material eletrônico dos postos”, disse.

> Curta a página do AcessaSP no Facebook

> Siga do AcessaSP no Twitter

No Módulo I da capacitação, realizado na terça (26) e quarta-feira (27), os monitores conheceram um pouco mais sobre o programa e as ferramentas utilizadas para o atendimento ao usuário. Assim como dispositivos de formação online, como os cursos de Educação a Distância, exclusivamente dedicados para eles.

Os monitores em capacitação ainda receberam a visita o novo Gerente do Programa Acessa São Paulo, Emilio Bizon Neto. Em um bate-papo, o gerente falou um pouco sobre o AcessaSP e tirou algumas dúvidas.

Motivação

O Módulo Rede de Projetos proporciona ao monitores um aprofundamento ainda maior no Programa Acessa São Paulo. Nele é explicado como funciona esse dispositivo, como participar e como motivar para que usuários façam o mesmo. A Rede visa  estimular o protagonismo dos indivíduos por meio do desenvolvimento de projetos dos mais diversos temas nos postos AcessaSP e, assim, contribuir para o desenvolvimento local das comunidades.

Gabriela Brito Piovezan, do município de Fernão, se diz motivada após a capacitação. “Vou embora pensando como eu vou fazer o meu projeto e quem pode ser um possível parceiro”, diz. A monitora mostra vontade de contar a história do local, que tem 1,5 mil habitantes. “Eu quero mudar a cara da cidade, do lugar que eu vi crescer”, diz emocionada.

Compartilhe!
Tagged with:  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *