O Acessa São Paulo foi premiado nesta segunda-feira (19/8), em Cingapura, pela Fundação Bill & Melinda Gates.  O prêmio, que está em sua 14ª edição, pode ser considerado o Nobel da inclusão digital, reconhecendo esforços inovadores em todo o mundo para conectar pessoas à informação por meio do acesso gratuito a computadores e à internet, abrindo oportunidades de bem-estar econômico e social.   O Acessa SP concorreu com outras 300 candidaturas de 56 países.

Prêmio de US$ 1 milhão foi concedido em cerimônia em Cingapura

De acordo com especificações definidas pela Fundação Gates, o prêmio “Acesso ao Conhecimento”, no valor de US$ 1 milhão será investido diretamente no programa (expansão dos postos, compra de computadores, contratação e treinamento de monitores). Além disso, a Microsoft, parceira da fundação, doou US$ 8 milhões em software para o Acessa SP como parte do compromisso da empresa com a cidadania global.

O Secretário de Gestão Pública, Davi Zaia, o gerente do Programa Acessa SP, Emilio Bizon Neto e o Assessor Especial para Assuntos Internacionais, Rodrigo Tavares, representaram o governo na cerimônia de premiação. No evento foi exibido um vídeo em que William Gates Sr. (Presidente da Fundação, juntamente com seu filho Bill Gates e Melinda Gates) parabenizou o vencedor do prêmio e falou sobre a importância desse tipo de projeto para levar cultura, informação e conhecimento às populações mais carentes.

Para Rodrigo Tavares, chefe da Assessoria Especial para Assuntos Internacionais, órgão que liderou a candidatura, “a nova visão e estratégia internacional do Governo de São Paulo também pressupõe que os bons programas do Governo sejam devidamente reconhecidos internacionalmente”.

“O acesso à informação digital e à tecnologia é fundamental para a educação, cidadania e desenvolvimento da população”, disse Davi Zaia. “Nós acreditamos que é responsabilidade do governo garantir que todas as pessoas, independentemente da situação financeira, tenham acesso a esses serviços. Mas o Acessa não oferece apenas computadores e Internet. Ele também ensina como devem ser usadas essas ferramentas e de que forma elas podem influenciar na melhoria de vida de seus usuários”.

Deborah Jacobs, diretora da Iniciativa Global Libraries, órgão da Fundação Gates responsável pela premiação, explica por que o programa paulista foi escolhido como vencedor. “Esse programa levou a ideia de ‘acesso’ a um nível totalmente novo. Em vez de deixar para os usuários a tarefa de encontrar os postos de internet, a tecnologia está disponível de forma que as pessoas possam usá-la em seu caminho para o trabalho, quando elas estão no hospital visitando um parente, ou quando estão preenchendo formulários em uma agência do governo. Em uma cidade na qual ir de um extremo para outro é um verdadeiro desafio, esta é uma abordagem inteligente”, afirmou. A diretora da Fundação refere-se ao fato de que os postos do Acessa SP estão espalhados pelas estações de trem e metrô, nos postos do Poupatempo, do Bom Prato e diversos outros locais muito frequentados pela população e de fácil acesso.

Veja abaixo um vídeo que conta a história do Acessa SP, apresentado na cerimônia de entrega do prêmio, em Cingapura:


Acessa São Paulo

O Acessa São Paulo é o programa de inclusão digital do Governo do Estado instituído em julho de 2000 com o objetivo de oferecer à população o acesso às novas tecnologias da informação e comunicação, em especial à internet, contribuindo para o desenvolvimento social, cultural, intelectual e econômico dos cidadãos paulistas. Para atingir seus objetivos, o programa Acessa São Paulo abre e mantém espaços públicos com computadores para acesso gratuito e livre à rede mundial de computadores. É coordenado pela Secretaria de Gestão Pública e gerido pela Prodesp, Companhia de Processamento de Dados do Estado de SP e tem a Escola do Futuro, da USP, como parceiro institucional na sua produção de conteúdo, capacitação de monitores, ensino à distância, tecnologia social (Rede de Projetos) e avaliação permanente do impacto da internet na vida dos usuários.

Para Drica Guzzi, coordenadora de projetos do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) da Escola do Futuro, o reconhecimento internacional coroa uma trajetória pioneira de 13 anos pela inclusão digital como motor de promoção da cidadania dos paulistas.  “O Acessa SP demonstra como, por meio do acesso gratuito a um computador conectado à internet, as pessoas tornam-se autônomas e conseguem transformar não apenas a sua realidade no âmbito privado, mas também a realidade da sua comunidade e a de uma cidade inteira”, diz ela.

O Programa Acessa SP possui hoje 704 postos divididos em 565 municípios. São mais de 2,6 milhões de usuários cadastrados e mais de 70 milhões de atendimentos realizados. O número de computadores passa dos 6,5 mil.

Os postos contam com computadores, conexão com internet e monitores capacitados para auxiliar a população a utilizar o computador e a realizar as atividades que tiverem interesse como serviços de e-gov, pesquisas escolares, pesquisa de vagas de trabalho, redes sociais, criação de contas de e-mail etc.

Os monitores passam por capacitação para aplicar o mesmo padrão de funcionamento em todos os postos e também para pensar em formas de utilização do espaço do posto para promover o desenvolvimento humano e social com o auxílio das tecnologias de informação e comunicação.

Fundação Bill & Melinda Gates

Considerada a maior entidade filantrópica e de ajuda ao desenvolvimento do mundo, conta com um orçamento de US$ 36 bilhões e mais de mil funcionários operando em vários países da Ásia, África e América Latina. Guiada pela crença de que toda vida tem igual valor, a Fundação Bill & Melinda Gates trabalha para ajudar todas as pessoas a terem uma vida saudável e produtiva. Nos países em desenvolvimento, ela se foca em melhorar a saúde das pessoas e dar-lhes a chance de saírem da fome e da pobreza extrema. Com base em Seattle, estado de Washington, a Fundação é dirigida pelo CEO Jeff Raikes e presidida por Bill Gates, sua esposa Melinda Gates e seu pai William Gates Sr., sob a curadoria de Warren Buffett.

 

 

Compartilhe!

24 comentários para Acessa SP recebe prêmio de US$ 1 milhão da Fundação Bill & Melinda Gates

  1. guilherme zanny disse:

    adorei esse projeto parabéns a todos participantes valeu a pena investir nesse empreendimento inteligente e inovador

  2. Roseli disse:

    Parabéns pelo premio Acessa SP.

  3. pela-o internet agradece. eo premio bem distribuido parabems igualmemt agradece.

  4. João Dias disse:

    Muito bom! Parabéns! Iniciativa que leva Internet ou melhor acesso a informação, deve ser parabenizada e comemorada.

  5. Josimar Bueno disse:

    Muuuito bom o Acessa São Paulo ter ganhado esse premio vai ajuda muitas pessoas e muuitos Postos e com isso os monitores irao adorar trabalhar em lugar melhor

  6. [...] os participantes que confirmarem presença no evento receberão um kit Acessa SP comemorativo do Prêmio Acesso ao Conhecimento, da Fundação Bill e Melinda Gates, com vários brindes e acessórios úteis para quem trabalha com inclusão [...]

  7. [...] do Prêmio “Acesso ao Conhecimento”.  Oferecido pela Fundação Bill & Melinda Gates, o Prêmio Acesso ao Conhecimento é considerado o Nobel da inclusão digital, com o qual o Acessa SP foi distinguido em agosto [...]

  8. [...] pode participar! Confirme sua presença neste link e garanta ainda um Kit Acessa SP comemorativo do Prêmio Acesso ao Conhecimento, da Fundação Bill e Melinda Gates, com brindes e acessórios úteis para quem trabalha com inclusão [...]

  9. [...] governo do Estado de São Paulo dos US$ 8 milhões em softwares Microsoft referentes a uma parte do Prêmio Acesso ao Conhecimento, oferecido pela Fundação Bill e Melinda Gates ao Programa Acessa SP em agosto deste ano. O [...]

  10. Julio Cardoso disse:

    Só não se esqueçam que todo o sucesso do Acessa está baseado numa solução de Software Livre que não trava, de fácil gestão e manutenção e o melhor sem custo para o governo e a população que já paga imposto demais sem ter quase nenhum retorno. Pelo menos aqui estamos tendo um pequeno retorno do muito que pagamos.
    Sugiro ainda que o Acessa SP seja uma oportunidade para jovens que queiram entrem mais afundo no mundo do Software Livre e “por tabela” se capacitem na profissão mais badalada do momento a Informática.

  11. [...] tem sido um marco para o Acessa SP, que recentemente tornou-se referência mundial ao receber o prêmio “Acesso ao Conhecimento”, da Fundação Bill e Melinda Gates, pelos resultados alcançados em 13 anos de trabalho pela inclusão digital no [...]

  12. Regina Buzo disse:

    Parabéns…muito orgulho do Acessa !!

  13. Regina Buzo disse:

    Parabéns !!! Muito orgulho de vocês…orgulho de ser um usuário acessa…

  14. Cristiane disse:

    Quero parabenizar toda equipe do Acessa – SP , Prodesp e Escola do Futuro pela união dedicação pra que o Acessa acontece em varias cidades ..tenho muito orgulho de fazer parte de grande equibe abraço e PARABENS ACESSA – SP

  15. Vera Lúcia Leite Ferreira Paiva disse:

    Parabéns para todos nós do acessasp, isso é uma dádiva de Deus, pois graças a Deus tem muitos que ainda reconhecem nosso serviço e nossa luta, mas infelizmente alguns políticos ainda não dão importância e nem apoio.

  16. rosa helena pinto talhari disse:

    QUERO PARABENIZAR A TODOS QUE FAZ PARTE DO ACESSA SÃO PAULO SE NÃO FOSSE AO ESFORÇO DEDICAÇÃO DE CADA UM NÃO TINHA CONSEGUIDO ESSE PREMIO

  17. Elizabete disse:

    meus comprimentos a toda equipe do acessasp e a todos nós monitores que estamos tentando melhorar cada vez mais para sermos merecedor desse premio.

  18. Gilmara Assis disse:

    Parabens acessa sp fico feliz pela honra!!!!

  19. Bruna Romualdo disse:

    Fico feliz pelo nosso Programa Acessa SP ganhar um reconhecimento internacional, Parabéns pela conquista! =)

    Bruna Romualdo
    Monitor de
    Bernardino de Campos/SP

  20. João A Dias Ramos disse:

    OS BANDEIRANTES NO SEC. XVIII ABRIRAM FRONTEIRAS, MAS MATARAM ÍNDIOS, O PROGRAMA DE INCLUSÃO DIGITAL DE SÃO PAULO, ABRE AS FRONTEIRAS DO CONHECIMENTO, FORMANDO GENTES.

    PARABENS ACESSASP
    João – Posto Piraju

  21. UBALDO MOZART RIBEIRO disse:

    QUERO PARABENIZAR A TODOS DO ACESSA SÃO PAULO PELA BRILHANTE CONQUISTA, E PELO SEU RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DO PROJETO. UM ORGULHO PARA NOSSO ESTADO DE SÃO PAULO E PARA O BRASIL.
    Ubaldo Mozart Ribeiro
    Monitor

  22. Jorge Ferreira disse:

    Há 2 pontos nesta notícia que merecem ser comentados.

    Primeiramente, é notório que essa premiação é o reconhecimento internacional do trabalho e empenho de todos os monitores que fazem com que o programa seja o que ele hoje é: um espaço onde a inclusão digital pode ocorrer e, de fato, ocorre. Sem o trabalho de todos os monitores, principalmente daqueles que fizeram a diferença nos tempos quando as deficiências de hardware eram gritantes, dificilmente teríamos chegados ao ponto a que chegamos com o programa.

    Naqueles tempos tínhamos que estimular aos usuários a continuarem freqüentando e utilizando os recursos disponíveis nos postos, mesmo que os mesmos apresentassem equipamentos defasados em relação ao corriqueiramente encontrado em outros ambientes de acesso público à Internet.

    Mas já naquele início os usuários perceberam que a desvantagem de equipamentos antigos era (e é) suplantada de longe pelo quesito segurança. O usuário dos postos do Acessa São Paulo goza dos benefícios da segurança que encontramos em ambiente baseado em software livre. Este é o segundo ponto que quero comentar.

    Para mim, a referida fundação continua firme em sua missão de funcionar como uma espécie de “embaixada”, de “ministério das relações exteriores” da empresa baseada em Redmont, Condado de King no estado de Washington, Estados Unidos. Temos sempre de procurar a ir além da notícia para podermos entender melhor os informes que nos são apresentados na Internet, como notícia alvissareira. Pensem comigo: será apenas por motivos filantrópicos que o fundador da maior vendedora de sistema operacional do planeta doou o valor citado, para um programa de inclusão digital que está baseado estritamente em software livre? Qual o sentido desta doação? O que está em jogo é a cultura da liberdade. Quem usa software livre respira a liberdade de ser, de fato, o dono de seus próprios dados, independentemente da plataforma que se esteja utilizando. Exemplo, meus arquivos salvos no antigo Staroffice eu os acessei sem problemas e os converti em ODF, em máquinas do Acessa São Paulo, pois os dados são meus.

    Em 05 de abril de 2006, o Prof. Rubens Queiroz de Almeida, escreveu um artigo, intitulado “Presente de Grego” que mostra exatamente o que esta fundação e seu fundador fazem agindo por meio destas “doações”. O artigo pode ser acessado neste endereço:
    http://www.dicas-l.com.br/arquivo/presente_de_grego.php

    Finalizando, eu não tenho a menor dúvida que do ponto de vista da tecnologia empregada, logo teremos o anúncio de que o programa será “atualizado”. É só aguardar o furor dos acontecimentos de 2014.

    É pena que a coordenação do programa ainda não atentou para a riqueza de aplicativos educacionais existentes no mundo do software livre que poderíamos certamente estar utilizando em benefício dos jovens alunos que frequentam nossos postos. Aplicativos como o GEOGEBRA, FREEPLANE, FREEMIND, GRAMPS, CMAPTOOLS (para ficar apenas nestes nomes) ao que parece, soam como grego.

    Espero que eu esteja bem errado. Mas eu já vi este filme antes.

    Jorge Ferreira.

    Currículo do Prof. Rúbens:
    http://www.idph.com.br/quemsomos/profissionais/rubens-completo.php

  23. Guen Yokoyama disse:

    Apenas como esclarecimento: quem criou o Acessa foi o Fernando Guarnieri.

  24. SIDNEY BARNABE disse:

    PARABÉNSSSSSS a todos o Acessa SP, principalmente ao monitores de todo o Estado.
    Agora resta saber, se realmente a tal equipe de gerentes do Acessa SP vai realmente fazer novas ” contratações “, pois tudo que chega até eles é esbarrado em desculpinhas esfarrapadas.

Deixe uma resposta para Roseli Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *