Participantes da Oficina de Libras do Super Acessa do Parque da Juventude visitaram a feira de reabilitação Reatech, realizada do dia 10 ao dia 13 de abril, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

Grupo da Oficina de Libras durante ida à ReaTech

O grupo, formado por professores, deficientes e apoiadores, visitou o Centro de Exposições com objetivos diversos.

A participante Silvina Araújo, de 64 anos, frequenta a oficina numa demonstração de solidariedade ao próximo. “Procuro aprender para contribuir de alguma forma com a sociedade. Meu objetivo é saber como lidar e me comunicar com este grupo de pessoas”, destaca.

A Oficina de Libras é oferecida gratuitamente pelo Acessa SP. As turmas são mensais e os encontros realizados no Super Acessa do Parque da Juventude. Qualquer pessoa pode participar. “A Oficina de Libras é aberta tanto para deficientes visuais, auditivos e da fala, quanto educadores, cuidadores e pessoas interessadas em aprender para servir”, explica Rubens Saito, coordenador das oficinas.

Grupo participa de dinâmica de comunicação  através do tato

Para Nestor Alves Dias Júnior, que perdeu a audição há 14 anos, o respeito ao próximo é dever e direito de todo cidadão.

“Vim à feira para adquirir pleno conhecimento dos meus direitos. Outro motivo é me inteirar neste universo e conhecer novas pessoas”, disse.

Segundo Rubens, o participante frequenta as aulas há três meses e os bons resultados que alcançou são nítidos. “Percebemos que ele já aprendeu diversas técnicas que facilitam a sua comunicação e, mais importante, formou novos amigos”, explica o coordenador. “Ficamos felizes diante de resultados como este.”

Participantes buscam conhecimento, interação e inovação durante passeios públicos

Oficina de Libras

A Oficina de Libras aborda a Linguagem Brasileira de Sinais. Os encontros são realizados todas às terças, quintas e sextas-feiras, das 17h às 19h, no Parque da Juventude, em São Paulo.

A oficina é ministrada pela professora Fabíola Oliveira. O cronograma de atividades inclui introdução ao vocabulário básico da linguagem brasileira de sinais, dinâmicas práticas com jogos, saídas em locais públicos, entre outros. Ao longo do mês o participante é capaz de desenvolver a comunicação básica com um surdo e aprende a explorar expressões faciais e corporais.

Reatech

Considerada o 2° maior evento do mundo no setor de produtos, equipamentos e serviços para pessoas com algum tipo de deficiência, a feira é organizada pelo Grupo CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – e está em sua 13ª edição. Neste ano, apresentou temas como reabilitação, inclusão, acessibilidade e esporte adaptado. Mais de 45 mil pessoas visitaram o evento, que teve quatro dias de duração. A Reatech é vista como sinônimo de grande avanço nas conquistas da inclusão e dos direitos da pessoa com deficiência.

Serviço: 

As inscrições para as próximas turmas acontecem na última semana do mês. O Parque da Juventude está localizado na Av. Cruzeiro do Sul, nº 2630 – 1º andar (próximo à estação Carandiru do Metrô – Linha Azul). Para saber mais sobre os demais módulos, dias e horários das atividades, acesse.

 

 

 

 

 

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *