A quarta edição dos Encontros Regionais do ano teve uma característica marcante: reuniu o maior número de projetistas entre os eventos realizados em 2015. Estiveram presentes 8 monitores que já desenvolveram projetos de sucesso na Rede de Projetos, a maioria deles já documentada em vídeo e um deles com premiação internacional, o Projeto Digital Mente que foi desenvolvido pelo Nelson Barbosa na cidade de Macatuba e foi vencedor no começo desse ano do desafio Changemakers.

No total compareceram 42 participantes de 30 municípios diferentes.

Monitores que já desenvolveram projetos estiveram presentes em Jaboticabal. Da esq. para dir.: Eliete e Juraci (Sta. Ernestina), Nelson (Macatuba), Lysa (Ipuã), Márcia (Cravinhos) e Francisco (Buritizal)

Mas não foram apenas os projetistas que fizeram desse encontro diferente do restante. Jorge Luís Guerra, o monitor que está há mais tempo em atividade no programa também esteve presente. Trabalhando desde 2002 em São José do Rio Preto, primeiro posto inaugurado fora da capital paulista, ele falou sobre a sua experiência e também sobre os projetos que desenvolve ao longo de todos esses anos no programa. Para ele, desenvolver ações que ajudam os usuários é rotina. Ouça a íntegra do bate-papo, onde ele também compara o início das atividades do Acessa SP com os dias de hoje.

Jorge Luís de S.J. do Rio Preto foi o primeiro monitor do Acessa SP em postos do interior do estado. Está no programa desde 2002.

O evento foi aberto com a palavra do prefeito de Jabotical, sr. Raul Gírio, que deu as boas vindas aos participantes e destacou a importância do Encontro como meio de pensar novas ações sociais: “Fico feliz de poder receber aqui em Jaboticabal os monitores dos postos do Acessa SP de toda a nossa região. Tenho certeza que ao sair daqui, eles estarão capacitados a pensar em ações que vão beneficiar aos que mais precisam em cada uma de suas cidades.” Ele também destacou a importância do avanço da internet em sua cidade com a colaboração do programa. Você pode ouvir a entrevista com ele aqui.

O prefeito de Jaboticabal sr. Raul Gírio, fala na abertura do evento.

A manhã do primeiro dia contou com a apresentação que falou dos 15 anos do Acessa SP. Em seguida, os participantes também tiveram acesso aos dados da Ponline 2014 com foco nos dados voltados para a temática do evento: empreendedorismo social. Logo depois, Érica Campanha que é uma das responsáveis pela Rede de Projetos, apresentou alguns trechos de “Quem se importa“, premiado documentário que investiga as iniciativas de 19 empreendedores sociais pelo mundo, dentre eles o prêmio Nobel da Paz, Muhammad Yunus. O objetivo era mostrar aos monitores que ao desenvolver uma ação social eles também se tornam empreendedores.

Logo depois, todos puderam assistir a apresentação de alguns projetistas que se inscreveram para mostrar seus projetos. Os participantes assistiram as apresentações de Márcia Sanches da cidade de Cravinhos, Lysa Pereira de Ipuã e Edneia Affonso Alvarenga do posto que fica dentro do projeto Vila Dignidade em Itapeva.

Assim como nos eventos anteriores realizados em Botucatu, Cananéia e São João da Boa Vista, os monitores também participaram de uma oficina de Design Thinking com 6 horas de duração. Desenvolvida com suporte dos facilitadores Reinaldo Campos e Cuca Righini que são membros do Instituto Educadigital, parceiro da Escola do Futuro, responsável pelo evento, a metodologia que vem ganhando espaço em diversos setores da iniciativa privada, governo e social, estimulou o pensamento criativo e o surgimento de novas ideias.

Facilitadora Cuca Righini (Instituto Educadigital – Escola do Futuro) orienta participantes da oficina de Design Thinking.

A última atividade do evento foi a oficina de “Canvas”,  ferramenta de planejamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes. Aplicado por Adriano do escritório regional do Sebrae-SP, a metodologia colocou dentro de um mapa visual todas as ideias que foram pensadas durante a oficina de Design Thinking e os participantes puderam receber feedbacks e ajustes baseado no que tinham produzido.

De Ribeirão Preto, a jornalista Yara Gonçalves foi a única participante que não faz parte do programa. Interessada no tema “empreendedorismo social” e responsável por desenvolver um projeto de incentivo a leitura em sua cidade, ela se inscreveu principalmente pela oportunidade de participar das oficinas oferecidas. O convívio de dois dias com monitores e projetistas também deixou claro qual é a dimensão do trabalho de quem trabalha nos postos do programa: “cada um aqui precisa saber da importância enorme que eles tem na vida das pessoas que frequentam o Acessa. A transformação depende muito do que eles vão produzir saindo daqui.”

Yara, jornalista de Ribeirão Preto se inscreveu motivada em participar da oficina de Canvas.

Todas as fotos do evento podem ser vistas no Flickr. Você também pode ouvir todas as entrevistas com alguns participantes no perfil do SoundCloud do programa clicando aqui.

A próxima edição dos Encontros Regionais acontece na cidade de Caraguatatuba nos dias 20 e 21 de agosto de 2015.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *