Liane_Lira

Liane Lira, ativista de cultura digital, foi coordenadora da Rede de Projetos entre 2012 e 2014.

Liane Lira foi coordenadora da Rede de Projetos do Acessa SP entre abril de 2012 e junho de 2014. Ao longo desse período, pode colocar em prática dentro da política pública que é o programa conceitos de ativismo digital e cultura hacker que vinha acumulando ao longo de sua vida. Durante as negociações para que pudesse fazer parte da equipe, o que mais a atraía era poder colocar em prática o que via em teoria: ações de transformação social. Seu envolvimento com projetos de ativismo digital mostrava que ela era a pessoa certa para assumir a função. Com participação em coletivos como a Casa de Cultura Digital onde desenvolveu projetos como o Ônibus Hacker, Liane trabalhou para reforçar o que monitores, projetistas e a própria equipe do Acessa SP já tinham como objetivo: trabalhar pela inclusão digital através de projetos que beneficiassem as comunidades do entorno dos postos.

Veja Liane durante o TEDx UFG realizado em 2013 falando sobre o projeto Onibus Hacker:

Mas seu ativismo ia além da cultura digital. Defensora da causa feminista, estimulava debates em torno da causa, sempre de maneira moderada e sempre cuidava para que a mulher se fizesse respeitada dentro dos mais diversos ambientes, especialmente na tecnologia e na política que eram suas áreas de atuação mais ativas como no artigo “Caminhos techs para mulheres na tecnologia” escrito por ela e publicado no site Brasil Post: “As ferramentas criadas para potencializar essa participação em rede fornecem um meio para aumentar o poder das mulheres nas decisões políticas. Se as engrenagens enferrujadas de entrada no Estado estão emperrando a representação das causas femininas (o que não significa que devemos desistir delas), a tecnologia, por sua vez, está ampliando os meios de canalizar a pressão sobre as questões de gênero.”

Liane_Lira

Liane durante a oficina de Lei de Iniciativa Popular em Paraty 2012 em uma das viagens do Ônibus Hacker.

No início de junho de 2014, Liane deixou a coordenação da Rede de Projetos para assumir a coordenação de mobilizações da ONG Minha Sampa onde atuou de forma intensa em causas que mexeram e ainda mexem com a cidade. A lista de causas em que ela se envolveu deixa claro que ela realmente “estudou, trabalhou e sonhou com uma cidade cada vez mais participativa” como ela mesmo se descrevia no site do projeto: abertura da avenida Paulista aos domingos, criação do Parque Augusta, abertura dos dados da Câmara Municipal de São Paulo entre outras. “O poder é do povo” Um dos desejos de Liane era facilitar o acesso das pessoas as informações do legislativo. Não apenas abrindo documentos, mas conseguir que qualquer cidadão entendesse de forma clara como a máquina funciona. Ela tinha isso como uma de suas missões pessoais. Em 2010 criou e começou a escrever um blog chamado “Acorda!” cujo subtítulo (cutucando quem dorme para o próprio futuro) não deixa dúvidas sobre sua personalidade e, quem conviveu de perto com ela identificava imediatamente: a urgência em que as coisas acontecessem. Nas postagens ela tentou explicar assuntos complicados de forma simples e direta: “Explicando: o povo é o verdadeiro dono do poder, mas, como o povo é muita gente, ele organiza eleições para REPRESENTANTES desse poder, que são os legisladores e governantes. É legal comparar com o síndico de um condomínio (quem não mora em um também consegue entender). Um condomínio é um “domínio em comum”, vários donos da mesma coisa, e cuidar dele é interesse de todos os moradores. O síndico é eleito entre os condôminos pra comandar esse trabalho, como manutenção de elevador, limpeza, porteiro, etc. De vez em quando tem assembléias e os vizinhos falam o que acham que deve ser feito e pedem prestação de contas pra ver se o síndico está representando os interesses de todos, não só os dele. Nós podemos – e devemos – fazer o mesmo com os nossos representantes políticos.”

Liane_Lira

Liane ao lado de Haydee Saab e Juliana Queiroz dos Santos durante o projeto “Rodas de Conversa” da Escola do Futuro em 2013.

Ainda nesse esforço em disseminar/compartilhar informação com o máximo de pessoas possíveis, ela produziu entre 2010 e 2011 algumas histórias em quadrinhos no projeto “Tirinhas Legais“, onde a personagem “Lady Acesso”, surgia para esclarecer dúvidas sobre como qualquer pessoa pode fazer pedidos de informações ao poder público. “Acredito que os quadrinhos vão ajudar muita gente a entender porque eles são bem mais descomplicados” dizia sempre que apresentava o projeto. Liane_Lira Em maio de 2013 recebeu o Prêmio Mario Covas na categoria “Governo Aberto”  junto com a equipe que desenvolveu a plataforma de dados abertos “Queremos Saber“. O projeto foi criado antes mesmo da sanção da Lei de Acesso à Informação (LAI), quando membros da sociedade civil, muitos deles da comunidade Transparência Hacker, estavam trabalhando ativamente para a aprovação do então projeto de lei, que ajudaram a redigir. O projeto permite o pedido de informações das instituições públicas brasileiras conforme previsto na LAI de uma forma transparente, já que todas respostas ficam publicadas no site e facilita a navegação dos cidadãos brasileiros que quiserem saber quais informações foram pedidas pelo site.

Aqui você pode assistir a participação dela no debate “Cidadania digital: mobilizações para causas e doações no Brasil”

Liane nos deixou na sexta-feira dia 04 de setembro de 2015 pegando a todos de surpresa. Monitores e projetistas manifestaram muita tristeza em seus perfis no Facebook. Mesmo passado um ano e ela atuando em outros projetos, ela jamais foi esquecida por aqueles que foram orientados por ela:

“Hoje o céu ganhou uma nova estrela! Nossa amiga Liane Lira foi chamada a brilhar mais alto! Aqui, nesse grande enredo de encontros e desencontros, ela já nos aqueceu e direcionou com sua amizade, força, vivacidade, delicadeza, com o seu amor incondicional à vida e às pessoas. Agora ela vai cumprir desígnios maiores…coisas de almas iluminadas… Sempre irradiando luz, Liane Lira nos agraciou com sua presença. Deixa-nos o seu exemplo. É, Liane Lira, quem conseguia transitar com tanta espontaneidade por tantas “tribos”. Quem jamais reclamou ou lamentou um segundo sequer das vicissitudes da vida? Quem vivia tão intensamente o presente, reconhecendo nele a grande dádiva que é? Agradeço à vida a oportunidade de ter experimentado a sua luz, minha querida amiga! Brilhe mais e mais!” – Nelson Barbosa – monitor e projetista (Macatuba)

“Imagino que ela já esteja brilhando lá em cima com suas idéias e seu jeito ímpar de ser… Cativante, transparente, de riso fácil, essa era a nossa entusiasta de idéias, só me lembro que saí daquela capacitação com outra visão de mundo, e que mesmo quando me fecharam muitas portas e eu chamava ela pra reclamar, e ela me dizia pra pular as janelas… Pra eu nunca desistir do que desejava… Estava ontem me lembrando do primeiro dia da ‪#‎CPBR7‬ nos encontramos na estação da luz, sem combinar, entrei no vagão e a avistei… Fomos conversando até o PJ. Lembro até das nossas conversas, em meio às minhas reclamações ela sempre encontrava uma solução pras minhas queixas…” – Gabriela Piovezan – monitora e projetista (Fernão)

“(…) é uma perda imensa pra nos que teremos que conviver com a saudade, mas acredito que um dia a gente se encontrará novamente. Descanse em paz!!!” – Lysa Pereira – monitora e projetista (Ipuã)

“Sempre preocupada com o coletivo. Vá em Paz e que sua jornada seja lembrada.” – Alexandre Henrique Sebastião ex-responsável institucional e projetista (Itu)

O vídeo abaixo registra sua última participação na Rede de Projetos:

*Esse texto é uma versão beta permanente, o que significa que será atualizado sempre que novas atualizações sobre sua história chegarem. Assim como foi a vida de Liane.

Categorias: Notícias

Robson Leandro

Trabalha na Escola do Futuro da USP desde julho de 2006. Até maio de 2013 esteve no projeto Acessa SP passando pela Rede de Projetos, Formação (Programa de Capacitação Continuada) e pela coordenação do projeto. De 2013 até 2014 coordenou o ecossistema web da coordenadoria de juventude do estado de São Paulo. Retornou ao projeto Acessa SP em abril de 2015.

5 comentários

Alexandre Henrique · 10/09/2015 às 15:14

Orgulho de fazer parte dessa história e ter conhecido uma pessoa tão especial, a Liane Lira fará uma falta enorme, mas com certeza todos que viveram, aprenderam e tiveram momentos compartilhados com ela manterão a chama acesa e o nome dela será perpetuado. Só posso dizer obrigado. Uma Vida Breve mas uma Vida Intensa.

Fernando · 10/09/2015 às 14:28

Pêsames !

Puxa ! que maneira mais complicada de conhecer alguém – saber de seu trabalho sem poder contar com sua força e dedicação !

Wagner Jose Gertrudes · 10/09/2015 às 10:34

Uma pessoa inspiradora!Apesar de não conhece-la pessoalmente,gostaria de participar de varias idéias que ela concebeu e palas quais batalhou.Boa viagem.

João Antonio Pinto · 10/09/2015 às 7:44

Que Deus possa dar o conforto pra Familia e amigos, apesar de conhecê-la a pouco tempo, tinha uma grnade admiração por Ela, uma pessoa simples e Humilde e que cativava a todos que conhecia! Descance em paz Amiga, Deus te acolha!

Cleidy · 10/09/2015 às 7:24

Muito Triste!! Uma pessoa Muito Especial, Simpatica, Prestativa, Dedicada, etc… Veio Aqui na Minha Cidade tão pequena chamada São José do Barreiro com toda humildade, as pessoas que teve o prazer de conhecer Ela adoraram e tb estão triste com esta perda, vai deixar Muitas Sds…Que Deus De Força e Conforto a Familia e todos Amigos… Descanse em Paz…
Monitora Cleidy Regiane

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *