O programa de inclusão digital do governo paulista criou as trilhas para orientar os cidadãos a navegar na internet em busca de profissão, emprego e carreira

 

A Subsecretaria de Tecnologia e Serviços ao Cidadão (STSC) está criando novos serviços para o programa de inclusão digital AcessaSP. Uma das novidades é o projeto Trilhas do Conhecimento, que será implementado este ano e nasce com um piloto, dirigido para os jovens que concluíram ou concluirão em breve o Ensino Médio, não entraram em uma faculdade e não sabem o que fazer, ou precisam de um trabalho para continuar os estudos.

O principal objetivo do projeto é construir trilhas: a partir de uma seleção criteriosa de conteúdo já publicado em meios eletrônicos, disponibilizar conjuntos estruturados de serviços e oportunidades online, para orientar diferentes públicos sobre temas variados voltados ao desenvolvimento profissional e pessoal. O piloto foca na conclusão do Ensino Médio e preparação da vida profissional, mas já traz informações sobre as Trilhas Emprego e Empreendedorismo, que serão publicadas em março.

“A Trilha do Ensino Médio pretende ajudar os jovens que terminaram essa etapa dos estudos, mas não entraram em uma faculdade por diferentes razões a ampliar seu horizonte de possibilidades profissionais, no curto, médio e longo prazo, por meio da internet”, explica Cibele Franzese, assessora da STSC. “Durante a implementação do piloto vamos interagir com os usuários e monitores do AcessaSP, para construirmos as Trilhas do Emprego e do Empreendedorismo de forma colaborativa”, acrescenta Cibele.

Disponível no portal, a Trilha traz informações sobre testes vocacionais, inclusive online, com auxílio de psicólogos e profissionais especializados em emprego e carreira; dicas sobre profissões e o mercado de trabalho; recomendações para quem quer continuar os estudos e precisa trabalhar; além de relacionar cursos livres e técnicos, todos gratuitos. O conteúdo inclui, ainda, dicas de como se portar em uma entrevista e nas redes sociais, como (e onde) tirar documentos e ensina a fazer um currículo.

O projeto piloto também traz orientações e dicas para os jovens que querem ter seu próprio negócio. “Praticamente quatro em cada dez brasileiros adultos já possuem um negócio ou estão envolvidos com a criação de uma empresa”, comenta Cibele, citando recente pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor), realizada em 2015 e patrocinada pelo Sebrae no Brasil. O levantamento mostra que, no ano passado, a taxa de empreendedorismo no país foi de 39,3%, o maior índice dos últimos 14 anos, e quase o dobro do registrado em 2002, quando era de 20,9%.

O projeto Trilhas do Conhecimento que será lançado em março vai trazer uma seleção detalhada de conteúdo online sobre Emprego e Empreendedorismo. O subsecretário de Tecnologia e Serviços ao Cidadão, Julio Semeghini, lembra que a taxa de desemprego no Brasil ficou em 7,6% em janeiro (IBGE) e as previsões dos economistas não são nada otimistas, indicando que o desemprego deve continuar subindo e afetará, também, os empregos com carteira assinada que vêm se mantendo relativamente estáveis.

“O AcessaSP é mais do que um programa de inclusão digital e visa promover o empoderamento digital”, diz Semeghini. “Nesta nova fase, o programa passa a facilitar o acesso a conteúdos para ajudar as pessoas a encontrar um trabalho ou abrir seu negócio, além de manter os serviços que já oferece”, informa Semeghini. Com 850 unidades instaladas e distribuídas pelo território do Estado de São Paulo, o programa oferece computadores e internet gratuitamente para a população navegar pela Web, fazer cursos ou acessar serviços públicos em meio eletrônico.

O conteúdo das Trilhas do Conhecimento poderá ser acessado de qualquer lugar e por meio de diferentes dispositivos – desktop, notebooks ou smartphones. Quem não tem internet, pode usar os serviços do AcessaSP. Para saber se tem uma unidade em sua cidade, acesse o Catálogo de Postos.

AcessaSP

Criado em 2000, o programa de inclusão digital do governo do Estado de São Paulo completou 15 anos em julho de 2015. O AcessaSP tem como missão promover o empoderamento digital do cidadão oferecendo infraestrutura gratuita de tecnologia e comunicação, orientação, informação e formação, em um ambiente colaborativo.

As Trilhas do Conhecimento são conjuntos estruturados de serviços e oportunidades governamentais e privados para orientar o usuário em sua realização profissional e pessoal, por meio da inclusão digital qualificada e do empoderamento digital. O projeto Trilhas é resultado de um trabalho da Subsecretaria de Tecnologia e Serviços ao Cidadão, da Prodesp (Empresa de Tecnologia do Estado), e da Escola do Futuro da Universidade de São Paulo.

Categorias: Notícias

Robson Leandro

Trabalha na Escola do Futuro da USP desde julho de 2006. Até maio de 2013 esteve no projeto Acessa SP passando pela Rede de Projetos, Formação (Programa de Capacitação Continuada) e pela coordenação do projeto. De 2013 até 2014 coordenou o ecossistema web da coordenadoria de juventude do estado de São Paulo. Retornou ao projeto Acessa SP em abril de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *