O currículo é o cartão de visita de quem procura uma chance no mercado de trabalho. Por isso, esse documento precisa ser objetivo, ter uma estrutura limpa e bem organizada e, de preferência, se destacar entre os inúmeros outros currículos que o recrutador recebe.

Confira o check list das informações que devem constar no seu currículo:

Dados pessoais – nome completo, idade, estado civil, telefone e e-mail. Essas informações devem estar no início. Não coloque números de documentos pessoais, religião, time de futebol etc.

Objetivo – esclareça qual seu objetivo de carreira e em qual área ou cargo está interessado. Não gaste mais do que duas linhas para isso e e evite colocar mais de um objetivo, manter o foco é a melhor opção.

Perfil profissional – também (e sempre que possível!) em poucas palavras, fale sobre suas habilidades e competências.

Formação  – deve ser listada a partir da formação de maior importância (pós-graduação, graduação, ensino médio…) coloque data de início e término do nível de ensino e o nome da instituição.

Experiência profissional – relate as empresas em que trabalhou, o cargo e o período, além das principais atividades e realizações durante o período que atuou. Escrever em forma de tópicos (itens) facilita a leitura do recrutador.

Conhecimentos – idiomas, informática e todos os outros conhecimentos específicos que você tem, de relevância aos conhecimentos que estão diretamente relacionados ao cargo pretendido.

Além dessas informações imprescindíveis, outras dicas valiosas:

1. Não precisa escrever Currículo Vitae (CV) no topo do documento, durante um bom tempo isso foi bem usual, não precisa mais, o documento fala por si só.

2. O currículo deve ter entre uma ou duas páginas apenas. O recrutador não tem tempo para documentos com muitas páginas. Deixe os detalhes para a entrevista pessoal.

3. Use letras de fácil leitura (fontes Arial, Calibri, Nimbus, Times ou Verdana). Evite misturar tipos de fontes. Se quiser variar ou dar destaque, use negrito, letras maiúsculas.

4. Não anexe fotos ao currículo, exceto se for pedido no anúncio da vaga. Nesse caso, opte por fotos profissionais, de preferência com fundo branco. Vale investir em uma produção profissional e fazer uma 3×4, ou uma selfie, que claro, não precisa ter cara de RG nem de férias na praia.

5. Jamais minta.Dar informações falsas ou alterá-las pode prejudicar em vez de beneficiar. Por exemplo: só declare fluência em uma língua se de fato estiver apto para fazer uma entrevista nesse idioma.

6. Revise, revise, revise! Cuidado com erros de português (ou no idioma que estiver escrevendo), revise também a padronização, o alinhamento, os espaçamentos. Uma boa apresentação do CV também revela muito da sua personalidade.

7. Fale de suas experiências fora do trabalho, se houver espaço dentro das duas páginas. É importante destacar projetos voluntários, programas de estágio, intercâmbios. Esta é uma boa estratégia para jovem em início de carreira em que o campo “Experiência profissional” ainda não tem tantas informações.

Sites que oferecem gratuitamente modelos de currículos:

Catho

Curriculum profissional

Gerador de currículo

Universo

CV Maker
Live Career

Vídeo da OP Tutoriais que ensina a fazer um currículo atrativo:

 

Com informações do blog Encantada

Compartilhe!
Tagged with:  

4 comentários para 21 dicas para elaborar um currículo atrativo

  1. Ana Luiza disse:

    Artigo muito bom e informativo, gostei! Parabéns!

  2. Ronaldo disse:

    Erro no corpo do texto.
    comepetências.

  3. jairo fais disse:

    importante canal de comunicação e acesso a informação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *