O programa de inclusão digital AcessaSP lançou as Trilhas do Emprego e  do Empreendedorismo, que complementam a Trilha do Ensino Médio, disponível no portal do Acessa desde março. Elas fazem parte do projeto Trilhas do Conhecimento, criado para levar, além da conexão, conteúdo de qualidade para orientar o usuário do AcessaSP. Todo o conteúdo está no portal do programa.

A Trilha do Ensino Médio foi criada para ajudar os jovens que não passaram no vestibular e estão em dúvida sobre o que fazer. Por sua vez, as Trilhas do Emprego e do Empreendedorismo consistem em conjuntos de informações selecionadas, direcionadas aos usuários que procuram emprego ou que querem empreender.

Para quem busca emprego, o conteúdo orienta sobre a escolha da profissão, dá dicas sobre estágio e como se comportar em uma entrevista; ensina a fazer um currículo e um plano para se recolocar no mercado. Os textos são curtos, complementados por vídeos, e os links indicados para consulta são de serviços grátis.

Já para aqueles que preferem empreender, o caminho da trilha mostra como transformar uma boa ideia em um negócio. Reúne dicas de especialistas sobre pesquisas no setor em que pretende atuar, ensina a formalizar uma empresa e a traçar metas atuais e futuras; a criar rotinas de trabalho e a montar uma equipe. Aborda ainda as dificuldades comuns no primeiro ano de uma empresa; o momento de crescer quando o negócio vai bem e a importância da inovação e da tecnologia no empreendedorismo.

Nas três trilhas o usuário aprende por meio de vídeos, que complementam os textos que o ajudam a identificar qual é o momento de sua vida para definir que trilha deve seguir. O conteúdo tem curadoria da Escola do Futuro da Universidade São Paulo, parceira do Governo do Estado de São Paulo na operação do programa de inclusão digital.


Pesquisas

Os temas foram escolhidos com base nos resultados da POnline – Pesquisa realizada anualmente com os usuários do AcessaSP. A edição de 2015 mostrou que 27% deles têm acesso à internet somente nos postos do programa; 54% têm renda familiar mensal de até dois salários mínimos, e 50% dos usuários utilizaram a internet para buscar um emprego.
Os resultados da POnline estão alinhados com a pesquisa anual do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Divulgada neste mês (setembro), a TIC Domicílios 2015 mostrou que ainda existe uma brecha digital no país: nas classes D / E apenas 16% dos domicílios estão conectados à internet, e na área rural esta proporção é de 22%, permanecendo muito abaixo dos 56% dos domicílios de áreas urbanas.


De acordo com a TIC Domicílios 2015, aproximadamente 30 milhões de domicílios das classes C, D, E estão desconectados, o que representa quase a metade do total de domicílios brasileiros. A Região Sudeste tem tanto a maior proporção de domicílios conectados quanto a maior quantidade em números absolutos de domicílios desconectados, o que mostra que, mesmo nos grandes centros urbanos, questões de infraestrutura e socioeconômicas influenciam fortemente a possibilidade de acesso.

Além do conteúdo das trilhas ter sido selecionado por meio de uma curadoria, a STSC (Subsecretaria de Tecnologia e Serviços ao Cidadão), que responde pelo AcessaSP e pelo Poupatempo, promoveu uma avaliação para saber a opinião do usuário sobre as trilhas. O trabalho foi realizado pela equipe do e-poupatempo – projeto do Poupatempo que acompanha o uso dos serviços públicos eletrônicos sob a ótica do cidadão –, que ouviu 478 pessoas, em oito postos do Poupatempo (Araçatuba, Carapicuíba, Cidade Ademar, Franca, Lapa, Marília, Presidente Prudente e Suzano).
Os resultados mostraram que 49,4% dos que participaram da pesquisa do e-poupatempo estão à procura de um emprego; e 69,1% dos participantes utilizam o smartphone para acessar a internet.

Dos 478 entrevistados, 41,6% têm entre 21 a 35 anos; 25,5% de 16 a 20 anos; 22% de 36 a 50 anos; 5% acima dos 51 anos e 5,9% até 15 anos de idade. Na faixa de 16 a 20 anos, 48% escolheram a Trilha do Emprego e a outra metade (46%) optou pela Trilha do Ensino Médio. Já na faixa etária de 21 a 35 anos a opção (44%) foi a Trilha do Empreendedorismo.


AcessaSP
O AcessaSP funciona há 16 anos e já realizou 87,4 milhões de atendimentos presenciais e 3,8 milhões de atendimentos pela rede Wi-Fi nos mais de 800 postos instalados em todo o território paulista para prover o acesso gratuito à internet. Somente em 2015, meio milhão de pessoas passaram pelos postos do AcessaSP.

Para saber mais sobre as Trilhas do Conhecimento, acesse o portal. Clique aqui.

Compartilhe!

2 comentários para Emprego e Empreendedorismo: saiba mais navegando nas Trilhas do Conhecimento do AcessaSP

  1. jose denison de silva disse:

    Ola,
    tenho interesse em realizar algum curso promovido pelo acessa sp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *