Já está disponível o cadastro de projetos para a 15ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, maior evento do gênero no país. Os projetos podem ser submetidos até 30 de outubro de 2016. Para enviar o seu projeto clique aqui.

Podem participar estudantes matriculados no 8º ou 9º ano do ensino fundamental, no ensino médio ou técnico de instituições públicas e privadas de todo o país. Os inscritos devem ter no máximo 20 anos. Podem realizar projetos individuais, ou em grupos de até 3 pessoas, com a participação obrigatória de um professor orientador. Os projetos submetidos devem enquadrar-se nas áreas das ciências (exatas, da terra, biológicas, da saúde, agrárias, sociais e humanas) e engenharia.

Nessa primeira etapa de seleção, aproximadamente 150 professores da USP e de universidades parceiras avaliam os projetos e escolhem cerca de 300 finalistas para participarem da mostra, em março, na Universidade de São Paulo. Os critérios utilizados são: criatividade e inovação; conhecimento científico do problema; maneira como foram levantados os dados e conduzido o projeto; profundidade da pesquisa e clareza de apresentação na documentação do projeto.

Durante a mostra, os estudantes são avaliados por um corpo de 300 professores mestres e doutores, que identificam os primeiros, segundos e terceiros lugares de cada categoria – estes são contemplados com troféus, medalhas e certificados. Diversas instituições públicas e privadas também oferecem prêmios, como: estágios, bolsas de estudo, equipamentos eletrônicos, visitas técnicas e credenciais para participação em outras feiras nacionais e internacionais.

O grande destaque fica para o prêmio da Intel Foundation, que oferece credencial e estadia para os estudantes de 9 projetos selecionados representarem o Brasil na maior feira pré-universitária do mundo: a Intel Internacional Science and Engineering Fair (Isef), que em 2017 acontecerá no mês de maio, em Los Angeles, Califórnia, nos Estados Unidos.

FEBRACE 2016

Categorias: AgendaNotícias

Robson Leandro

Trabalha na Escola do Futuro da USP desde julho de 2006. Até maio de 2013 esteve no projeto Acessa SP passando pela Rede de Projetos, Formação (Programa de Capacitação Continuada) e pela coordenação do projeto. De 2013 até 2014 coordenou o ecossistema web da coordenadoria de juventude do estado de São Paulo. Retornou ao projeto Acessa SP em abril de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *