O Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo está com inscrições abertas para preencher 600 vagas de guarda-vidas. As contratações terão caráter temporário, com validade que não poderá ultrapassar 31 de março de 2017. Podem concorrer candidatos de qualquer sexto, com ensino fundamental ou equivalente, e idade a partir de 18 anos. A função paga R$ 1.290,66, para uma jornada semanal de 40 horas, e tem como benefícios auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

As contratações serão para 14 cidades do litoral: Ilha Comprida (36 postos), Iguape (14), Peruíbe (40), Itanhaém (50), Mongaguá (60), Praia Grande (100), São Vicente (20), Santos (10), Guarujá (50), Bertioga (58), São Sebastião (30), Ilha Bela (12), Caraguatatuba (20) e Ubatuba (50). Há, também, oportunidades para atuar em São Paulo e São Bernardo do Campo, nas represas Guarapiranga (36) e Billings (14), respectivamente.

O período para se inscrever no concurso termina em 12 de dezembro. Os interessados podem se candidatar pela internet clicando aqui ou pessoalmente. Não há cobrança de taxa de participação. As inscrições presenciais são recebidas, das 9h às 18h, nas unidades do Corpo de Bombeiros nos municípios em que há oferta de vagas – exceto em Iguape e Ilha Bela. Os endereços podem ser consultados no edital clicando aqui.

Os candidatos aos postos de guarda vidas do Corpo de Bombeiros realizarão prova prática em 13 de dezembro, a partir das 10h, em locais definidos no ato da inscrição. A avaliação compreenderá corrida de mil metros na areia da praia ou local similar, em tempo máximo de oito minutos, e natação de 200 metros em piscina, no tempo máximo de seis minutos.

No dia do exame, os participantes deverão apresentar atestado médico de aptidão para prática de atividades físicas expedido, no máximo há 45 dias, por órgãos ou entidades integrantes do Sistema Único de Saúde do Estado de São Paulo.

Com informações do Jornal dos Concursos.


Robson Leandro

Trabalha na Escola do Futuro da USP desde julho de 2006. Até maio de 2013 esteve no projeto Acessa SP passando pela Rede de Projetos, Formação (Programa de Capacitação Continuada) e pela coordenação do projeto. De 2013 até 2014 coordenou o ecossistema web da coordenadoria de juventude do estado de São Paulo. Retornou ao projeto Acessa SP em abril de 2015.

2 comentários

Vinicius Pedroso Da Silva · 10/12/2016 às 14:56

Concurso para Guarda Vida

Alcino Corrêa Junior · 09/12/2016 às 8:53

Eu quero ser um Guarda Vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *