Os monitores Dayana Pessoto (1ª à esq.) e André Luís Bassi (último à dir.) com os alunos Fernanda, Ingrid, Elvis, Nathalia e Hugo

Os jovens selecionados para o projeto piloto do curso de gestão empresarial (ERP) no AcessaSP do Parque da Juventude têm diferentes idades e formação; uns planejam fazer faculdade na área de exatas, outros na de humanas, mas estão fazendo o curso com um objetivo comum: ter uma capacitação para conquistar um emprego ao final do projeto. O curso é resultado de um acordo de cooperação entre o programa AcessaSP e o Instituto da Oportunidade Social (IOS).

Da esq. para à dir.: Daniel, Luan, Rafael, Alice e Paula são alguns dos estudantes da turma que estuda das 8h às 10h

É o caso, por exemplo, de Caio de Oliveira Freitas, 15 anos, que pretende fazer faculdade de engenharia civil ou arquitetura, mas faz o curso para se qualificar: “Estou aprendendo, o curso será importante para meu primeiro emprego”, afirma Caio, estudante do ensino médio, que mora na Vila Santo Estefano, na Zona Sul, e viaja mais de uma hora para frequentar o curso no Parque da Juventude, na Zona Norte da Capital.

Seu colega de turma Felipe Monteiro da Cruz, está desempregado e faz o curso para se reciclar e buscar uma colocação. “O curso é bom porque dá um conhecimento para quem está precisando de emprego”, comenta Felipe.

Vitória, Juliana, Layane e Matias estão entre os alunos que descobriram como os impostos impactam nos custos de uma compra

Morador de Itaquera, na Zona Leste, Gustavo Martins de Oliveira, 17 anos, está no terceiro ano do ensino médio e quer fazer design. Mas, até lá espera conseguir um emprego e conta com o aprendizado sobre a área de compras que está obtendo no curso para conquistar uma vaga. Nathalia  Colombo, 22 anos, faz Faculdade de Administração e diz que não consegue emprego porque as vagas na área pedem um conhecimento que ela não tem. “Espero após este curso conseguir emprego”, afirma.

Outro desempregado que aposta no curso para voltar ao mercado de trabalho é Matias Augusto Campero dos Santos, 19 anos. Ele trancou a faculdade de Enfermagem porque ficou desempregado e está gostando de aprender sobre Administração e sobre juros.

Juros e impostos, alias, foram os temas que mais despertaram o interesse dos jovens no primeiro módulo do curso, que contextualiza a administração de compras, aborda o conceito de produtos, trata de especificações técnicas e normativas, especificações financeiras e impostos, introdução ao ERP, entre outros temas.

Victória Gregório da Silva, 15 anos, aprendeu sobre taxas de juros o suficiente para ensinar seu colega Pedro Henrique Ribeiro da Silva, 17 anos. E Juliana de Franca Soares, 18 anos, não sabia sobre os impostos embutidos no preço dos alimentos e diz que ficará atenta quando for ao supermercado.

Da esq. para a dir.: Felipe, Ericka, Gustavo, Vinicius, Gabriela, Victória, Pedro e Caio fazem o curso de “olho” em um emprego

Layane Sabrina Miranda Cornélio, 22 anos, aluna do último ano do ensino médio, também descobriu, com surpresa, sobre os impostos. “Não sabia que tinha tantos impostos”, afirma. Layane planejava fazer Pedagogia, mas diz que está gostando tanto do curso que já considera a possibilidade de fazer Administração.

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current month ye@r day *