Os assentamentos rurais localizados no Pontal do Paranapanema, no Oeste Paulista, vão ganhar 11 centros digitais, com computadores e conexão à internet. Além das novas unidades, em fase de instalação, outros cinco postos de inclusão digital já em funcionamento serão revitalizados, totalizando 16 centros digitais. O projeto é resultado de uma parceria entre a Fundação Instituto de Terras de São Paulo (Itesp), a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de SP (SDECTI), a Finep – Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa, e o programa Acessa São Paulo (AcessaSP).

Os 16 centros digitais vão atender 15 assentamentos (a unidade de Rosana terá dois postos) de trabalhadores rurais e vão proporcionar o acesso à internet para as 1.496 famílias assentadas, que representam mais de 5,2 mil pessoas. Para além do acesso a computadores e a web, o programa vai levar capacitação e conhecimento para os trabalhadores rurais.

O projeto prevê capacitação de monitores e o uso da internet para promover programas de alfabetização e atividades que incentivem o incremento da economia local, facilitando o acesso de agricultores aos editais de comercialização e divulgação dos produtos da agricultura familiar, além de programas culturais. Os centros terão computadores, impressora, projetor multimídia e links para conexão a internet.

Todos os 16 centros digitais estão no Pontal do Paranapanema, nos municípios de Caiuá, Euclides da Cunha Paulista, Mirante do Paranapanema, Presidente Venceslau, Rosana, Sandovalina e Teodoro Sampaio e Tupi Paulista.

Categorias: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *